Principal / Mistura Fina / Equipamentos biométricos, instalados em 2011 nos postos de saúde do município, não estão em funcionamento
03 - MISTURA FINA

Equipamentos biométricos, instalados em 2011 nos postos de saúde do município, não estão em funcionamento

Em outubro de 2011, O Fato Novo publicou matéria sobre os pontos biométricos que foram colocados nos postos de Saúde de Taquari. Na época foram instalados seis aparelhos, com o custo de R$ 1 mil cada um. Seis postos receberam os equipamentos para registro de saída e entrada de funcionários: Estratégia da Saúde da Família (ESF) Leo Alvim Faller, (ESF) Praia, Prado, CAPS, Coqueiros e Central.
Na época da instalação dos pontos, houve polêmica e, de acordo com depoimentos, alguns médicos não estariam utilizando o ponto biométrico, o que teria causado descontentamento de outros funcionários. Alguns pontos foram retirados e não foi revelado seu destino, sendo que outros permaneceram no lugar, mas sem funcionamento.
Em 23 de agosto deste ano, a Prefeitura divulgou uma nota em que consta que “ainda não há pontos eletrônicos nos postos de saúde. Mas a administração já está implementando os mesmos nos setores específicos. Inicialmente, o sistema será testado na Secretaria da Saúde, Farmácia Básica, Assistência Social e Secretaria de Educação. Em um segundo momento, os pontos serão estendidos para os postos de saúde”.
O Fato Novo questionou o investimento de cerca de R$ 6 mil reais para a instalação dos pontos biométricos e perguntou onde estavam estes aparelhos. Em 5 de setembro a prefeitura emitiu outra nota: “Conversamos com todos os setores aqui e o que temos em relação aos pontos eletrônicos instalados anteriormente é: As unidades de verificação biométrica, instaladas anteriormente, foram destruídas por vandalismo. Atualmente, a prefeitura está implantando novamente”. O Mistura Fina perguntou se vândalos invadiram os postos de Saúde, mas não obteve resposta quanto a essa questão.
A assessoria de imprensa ficou de verificar com os funcionários que trabalhavam na prefeitura, na época, para saber dos pontos. Por telefone, o prefeito Maneco diz que não tem como saber o que aconteceu, porque não é da época da sua administração.
No dia 29 de agosto, o Mistura Fina foi até o (ESF) Eli da Silva, no bairro Leo Alvim Faller e conversou com a enfermeira Jane Mari Cruz Machado. Em 2011 Jane trabalhava no posto do Praia quando os pontos biométricos foram instalados. Segundo ela, eles funcionaram por cerca de seis meses. A enfermeira conta que os pontos quebraram e outros foram recolhidos. “Não sei o que aconteceu com estes pontos”. Para a enfermeira, o ponto biométrico é importante. “Eu tenho que cumprir 40 horas e acho que todos devem cumprir. Eu moro em Porto Alegre e venho de lá todos os dias e cumpro o ponto”. Jane diz que o ponto é feito por uma ficha de papel e os coordenadores conferem cada um em seu setor.
Ainda sobre o ponto biométrico, a enfermeira acredita que o investimento foi mal aplicado, pois as unidades não estavam usando, mesmo com ele instalado. “Parou de funcionar, não foi por manuseio, pois era só por dedo”.
Antes de a prefeitura fazer este investimento deveria fazer uma companha para que todos os funcionários usassem o ponto biométrico, pois não se trata de um investimento baixo, para não voltar a acontecer o que ocorreu em 2011.

Novos horários da empresa Fátima

Fátima faz ajustes em horários na linha 367 – Taquari/Porto Alegre e vice-versa.
As alterações devem-se à demanda de passageiros e questões operacionais, segundo a empresa Fátima.

Partidas de Taquari
5h40 – segunda-feira a
sábado
5h45 – segunda-feira
a sexta-feira
7h – Diário
9h30 – Diário
11h30 – segunda-feira
a sexta-feira
14h – Diário
18h – Diário

Partidas de Porto Alegre
7h15 – Segunda-feira a sexta-feira
8h – Aos sábados
9h – Aos domingos
10h30 – Segunda-feira a sábado
13h – Diário
15h45 – Sexta-feira
16h – Diário
17h15 – Segunda-feira a sexta-feira
18h15 – Segunda-feira a quinta-feira
18h30 – Sexta-feira
20h – Diário

Acordo estremecido

No início de cada legislatura, os vereadores fazem um acordo para definir quem será o presidente da Câmara, a cada ano. Foi definido que, em 2017, o presidente seria do PDT (Ademir Fagundes), em 2018, José Harry Saraiva Dias (PDT), 2019, Tio Nei (PSDB) e 2020, uma indicação do PT. Entretanto, nas tratativas para a presidência de 2018, Tio Nei fez campanha para Vânius, e acabou o feitiço virando contra o feiticeiro, pois agora Vânius está cotado para ser presidente em 2019. Tio Nei reconheceu, em cartório, a assinatura do documento do acordo dos vereadores Ademir Fagundes, José Harry e Ramon Kern de Jesus.
Em entrevista, nesta semana, o vereador José Harry disse que o acordo já está quebrado e que o presidente em 2019 será Vânius e, em 2020, Mariante. “Foi o próprio Tio Nei que quebrou o acordo’.

Combate ao machismo

O vereador Leandro Mariante (PT) apresentou um projeto de lei que determina a promoção de ações que visem à valorização de mulheres e meninas e à prevenção e ao combate do machismo pela rede municipal de ensino. De acordo com o projeto de lei, serão diretrizes, entre outras, promoção de campanhas educativas com o intuito de coibir a prática de machismo e outros atos de agressão, discriminação, humilhação, intimidação, constrangimento, bullying e violência contra mulheres e meninas.

Além disso, verifique

04 - MISTURA

Conforme o Daer, será realizado recapeamento de 11km de extensão

A obra de recapeamento e sinalização da Aleixo Rocha iniciou na segunda-feira, dia 17 de ...

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ