Principal / Região / Vereadores disseram que são cobrados pela comunidade por não agirem na questão da falta de um campo para a associação de Fazenda Vilanova
09 - FAZENDA

Vereadores disseram que são cobrados pela comunidade por não agirem na questão da falta de um campo para a associação de Fazenda Vilanova

Na primeira sessão dos vereadores após o recesso, realizada na segunda-feira, 6, um assunto que entrou em debate foi a falta de um campo-sede para a Associação Esportiva Águia Azul. O time disputa o campeonato Regional Certel/Sicredi de futebol de campo, na categoria veteranos.

No ano passado, a equipe utilizou o campo municipal, localizado junto ao complexo esportivo, após um convênio de cinco anos, porém, o time fez a entrega no meio do ano passado, por falta de estrutura como vestiários e banheiros. No campeonato deste ano, o Águia Azul está jogando no campo do São Jacó, em Teutônia.
Leo Mota (PSD) disse na sessão que ouviu na comunidade reclamações quanto à falta de atuação dos vereadores na questão. “Temos um campo que é um dos mais bonitos do município, e joga na São Jacó. Nada contra, muito obrigado à comunidade. E a Câmara de Vereadores não faz nada”.
Ele disse que a comunidade daria o material para os banheiros e vestiários e os pedreiros trabalhariam no final de semana. “Então mostra que é uma birra (por parte do Executivo)”, opinou.
Para ele, a Câmara de Vereadores poderia ter resolvido a questão. “Quero ver parar umas três sessões sem votar nada para ver se não vão vir aqui saber o que está errado. Eu me decepciono porque muitos acham que ser vereador é ser CC, um cargo de confiança do prefeito”.
Marcos Roberto de Souza, o Codécio (PP), que é da situação, disse que também ouviu críticas à falta de atuação da Câmara. “É a realidade que o vereador passa. Fiquei sem resposta naquele dia (quando foi criticado). A gente é bastante cobrado. Sou favorável a fazer o vestiário ali. A política cansa o cara, desgasta. Nem sei qual lado é pior, se é situação ou oposição. O cara é cobrado da mesma forma. Ficamos uma hora mais escutando do que falando”.
Edevaldo Borges (PTB) defendeu que a questão do time deve ser revista. “Deixar o Águia Azul ir jogar lá, em Teutônia, a nossa representatividade não é a mesma. Acho que nisto temos que sentar, há soluções. Tá vindo uma pressão e com razão”.
Leo Mota também falou sobre um roubo na Secretaria de Obras. “Nada será feito porque as câmeras de vigilância não estão funcionando. Quantos mil foram roubados nestes oito roubos (em um ano) que deu? Quem vai pagar esta conta, todos os moradores? Com certeza mais de R$ 100 mil de prejuízo aos cofres públicos todos estes roubos”. Ele também cobrou uma atuação da Câmara. “Pode ser que agora que foi feita a comissão de licitação, pode ser que a Câmara vai ficar mais atuante, não precisa negociar, não precisa trocar favor”. Ele concluiu: “Volto decepcionado de muitas coisas que ouvi na rua”.
O presidente do Legislativo, Marcos Adriano, não rebateu as críticas feitas à Câmara, apenas falou sobre a situação do Águia Azul, time onde atua como jogador. “A gente realmente fica muito chateado”. Ele acredita que a falta de inscritos nas categorias veteranos e feminino do campeonato de futsal se deve ao impasse com o Águia Azul. “O prefeito deve estar pensando, pela segunda vez, no que ele fez porque com certeza muitos atletas iriam se esforçar um pouquinho mais e fazer um time para participar do campeonato. Mas qual é a motivação, quando se tem um campo municipal e não pode jogar nele porque o prefeito não deixa fazer um vestiário ou não quer que seja ali? Fica muito difícil”.
Ele citou que há no ginásio de esportes problemas de goteiras e pouca iluminação e que não tem vestiário. “Foi investido um valor no ginásio, só que não é do município, é do Estado. Por que não investiram no ginásio municipal? Acho que seria muito melhor concluir o ginásio que ele mesmo iniciou”.

Vereadores anunciam investimentos no município

Ildo Diedrisch (PP) anunciou que o Município receberá investimentos, como o de um empresário de Carlos Barbosa que vai assumir o espaço onde funcionou o Frigorífico Glória e gerar cerca de 20 empregos; também falou que a Aromas Bella Luna adquiriu uma área de terras e, em breve, começará a construir uma fábrica, na Concórdia. Citou, ainda, a construção de um condomínio fechado para idosos. “A área a ser explorada será um dos mais belos investimentos e um dos melhores lugares para se viver, gerando diversos empregos. A Vilanova vai mudar e vai mudar para melhor”, disse
Sérgio Cenci (PP) disse que o Município está entrando em um momento econômico “maravilhoso, estamos conseguindo ter superávit e sabemos que temos coisas para melhorar. Destaco aqui alguns empreendimentos que estão a um passo. Claro que algum desses pode não dar certo, mas a gente ousa em falar porque fica entusiasmado”, afirma.

Vereadores aprovaram nove projetos de lei

Na sessão da segunda-feira, os vereadores aprovaram nove projetos de lei: o que dispõe sobre a constituição do Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M) e os procedimentos de inspeção sanitária em estabelecimentos que produzam produtos de origem animal visando a instituir o Programa do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial e Familiar (SUSAF), que permitirá a comercialização em outros municípios da produção de origem animal de Fazenda Vilanova; o que altera o valor do salário mensal de nutricionista, com carga horária semanal de 10h, passando de R$ 2.000,00 para R$ 1.000,00; o que autoriza a suplementar recursos, no orçamento do Município, no valor de R$ 19.300,00 para atender a Secretaria da Educação; o que autoriza a criar conta de despesa e suplementar recursos, no orçamento em vigor, no valor de R$ 124.900,00 para atender a Secretaria da Educação; o que autoriza a criar contas de despesa no orçamento do Município e a suplementar recurso no valor de R$ 140 mil, para atender a secretaria da Saúde; o que autoriza a suplementação de recursos no orçamento em vigor, no valor de R$ 206.800,00 para atender diversas secretarias e a Câmara de Vereadores; o que autoriza suplementação de recursos, no orçamento no valor de R$ 167.000,00, para atender despesas com melhorias internas no prédio da prefeitura municipal e aquisição de móveis para reestruturação do hall de entrada e demais setores da Administração e Fazenda; o que autoriza o Executivo a custear despesas de transporte de agricultores para participação em eventos, treinamentos, feiras, entre outros, relativos a programas na área da agricultura, autorizado pelo Conselho Agropecuário de Fazenda Vilanova, e o que autoriza o Poder Executivo a celebrar Termo de Associação com a Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (AMTURVALES), no valor de R$ 705, por ano. Conforme a exposição de motivos do projeto de lei, o Executivo pretende melhorar e ajudar a desenvolver o turismo de Fazenda Vilanova.

Além disso, verifique

10 - PAVERAMA

Medida visa à redução de despesas com energia elétrica, água, telefone e combustível

Durante sessão extraordinária, no fim da tarde de ontem, os vereadores autorizaram a Prefeitura a ...

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ