Principal / Geral / Mais de 800 pessoas participam de reunião pública de psicografia
Imagem 131 NET

Mais de 800 pessoas participam de reunião pública de psicografia

O ginásio do Esporte Clube Pinheiros ficou praticamente lotado na noite da quinta-feira, 28 de junho, durante uma reunião de psicografia pública com o médium Hamilton Júnior, da Paraíba. De acordo com a organização do evento, mais de 800 pessoas estiveram presentes.

No inicio da reunião, o médium se apresentou ao público, explicou um pouco do seu trabalho e pediu silêncio durante a sessão. Com música ambiente e o auxilío da namorada, Gabriela Colen, e demais espíritas que trabalham com ele, Hamílon psicografou oito cartas em pouco mais de trinta minutos. Seis mensagens eram para moradores de Taquari. Outras duas mensagens eram para pessoas de outros municípios que estavam na reunião, uma de Triunfo e outra de Gravataí.
Imagem 005 NETA moradora do Bairro Prado, Mara Lúcia Vargas da Silva (foto), 52 anos, foi uma das taquarienses que recebeu carta. Ela aceitou dar entrevista a O Fato Novo sobre o assunto. “Eu fui com aquela certeza de que ele ia vir, eu sabia que ele mandaria carta, eu sabia que ele não ia me deixar assim sofrendo tanto”, lembra a moradora do Bairro Prado. Mara conta que estava quase em depressão, sem sair de casa, desde o falecimento de seu companheiro, Lédio do Nascimento Marcelino, 47 anos, vítima de parada respiratória no dia 2 de maio de 2018. “Na semana que antecedeu o evento, eu chorava muito, me sentindo culpada. Eu achava que podia ter vendido a casa para tentar fazer alguma coisa, um tratamento particular. Isso estava me matando e ali (na carta) ele falou que eu fiz mais do que o necessário, porque realmente, se eu pudesse, eu tinha dado um pulmão meu pra ele”, conta.
Para ela, a carta foi um conforto. “Aquele sentimento eu não tenho mais. Foi o que tinha que acontecer, ele fez a parte dele aqui e eu fiquei”, se emociona.
Para Mara, não há dúvidas de que foi o companheiro quem enviou a mensagem. A moradora do Prado disse que não tinha contato algum com Hamílton, que não preencheu seus dados em nenhum lugar ou conversou com alguém do evento sobre a angustia que sentia, e falou que poucas pessoas sabiam o nome completo de Lédio. Mara também conta que o companheiro não era alfabetizado e que o estava ensinando a escrever. “Quando ele escrevia o nome dele emendado, ele não tinha firmeza na mão, tremia um pouco. E na carta, no final, a assinatura está igual como ele escrevia. Eu não tenho nenhuma dúvida, estou certa de que não teve armação”, conclui.
Mara conta que era companheira de Lédio há oito anos e que, desde 2016, o ajudava na luta contra os problemas respiratórios. Ela diz que aguarda a próxima visita do médium à região e que, certamente, participará da sessão.

Para organzição, público superou expectativas

O público de mais de 800 pessoas no ginásio de esportes surpreendeu a organização. “Foi mais do que imaginamos para a primeira vez dele em Taquari. Contávamos com, no máximo, 500 pessoas e chegamos a quase dobrar a nossa expectativa. Tudo aconteceu como planejávamos, foi lindo demais”, comentou uma das organizadoras, Lucinara Almeida.
Foram arrecadados mais de 800 quilos de alimentos não perecíveis. “Formamos 52 cestas básicas e entregamos tudo na sgeunda e na terça-feira. Também conseguimos doar 22 quilos de massa ao hospital”, informou Lucinara.

Hamílton explica como descobriu a mediunidade e fala sobre o trabalho desenvolvido pelo país

Antes de iniciar a sessão, o médium Hamilton Júnior, 22 anos, concedeu entrevista a O Fato Novo. Ele explicou como descobriu a mediunidade, há cerca de quatro anos, e falou um pouco sobre o trabalho com psicografia, que desenvolve desde 2016. “Há toda uma ansiedade, uma expectativa das pessoas presentes, do médium, que no caso sou eu, e dos espíritos que querem mandar a sua mensagem também. Chico Xavier dizia que o telefone toca de lá para cá. Para a pessoa receber a mensagem, ela precisa merecer, o espírito que quer mandar a mensagem também precisa ter o merecimento. Mas além do merecimento, existe também a questão da necessidade. Numa reunião com 500 pessoas, humanamente falando, olhando, nós podemos enxergar várias dores, então todos merecem, mas Deus que vê além do que nós vemos, ele enxerga por dentro, ele sabe quem está precisando. Então pode ser que venha uma carta, pode ser que venham 10 cartas, pode ser que venha nenhuma carta também”, explicou.
No site do jornal O Fato Novo, está o áudio com a entrevista completa com o médium. Confira no endereço www.ofatonovo.com.br

ÁUDIO SITE

Além disso, verifique

01 - VIDEOMONITORAMENTO

Prefeitura e CDL aguardam aprovação técnica de projeto, junto à Secretaria de Segurança Pública, do governo do Estado

O projeto de videomonitoramento, idealizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) em parceria com a ...

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ