Taquari, 16 de Novembro de 2018
NOTÍCIAS
04/05/2018
FAZENDA VILANOVA: Ação de vândalos gerou custo de R$ 30 mil aos cofres públicos

Espaços públicos municipais foram alvos de furto e da ação de vândalos em Fazenda Vilanova. Os casos, além de afetar o atendimento à população, ainda geram custo para a Administração, que precisa investir em mecanismos de segurança e na reposição dos itens levados ou danificados. 
Somente em dois casos ocorridos na Secretaria da Saúde neste ano, o prejuízo estimado é de R$ 30 mil. “De algum lugar tem que tirar o dinheiro, então sai do recurso livre do Orçamento Municipal que utilizamos para emergências”, destaca o secretário da Saúde João Fernandes. O dinheiro é aplicado, conforme o secretário, na compra de medicamento extra ou com alguém que precise de cirurgia eletiva em casos mais graves. 
Em janeiro deste ano, criminosos entraram no Centro de Referência em Assistência Social (Cras), que funciona na Secretaria da Saúde, pela janela da parte dos fundos do prédio, onde ocorrem as oficinas, e furtaram vários equipamentos, entre eles, duas máquinas de costura, um notebook, um retroprojetor, dois estabilizadores, um liquidificador, uma cafeteira, entre outros, o prejuízo foi estimado em cinco mil. 
O caso mais recente ocorreu no início do mês passado, quando o Posto de Saúde, localizado na avenida Rio Grande do Sul, ao lado do Centro Administrativo, teve o aparelho de ar-condicionado da sala de atendimento odontológico removido da parede e, pelo buraco, criminosos entraram na Secretaria da Saúde. Foram levados objetos e danificada a fiação de telefone. Em função do furto e do vandalismo, não foi realizado o atendimento à população no posto no dia seguinte à ação.
Além dos dois casos da secretaria da Saúde deste ano, em maio de 2017, roçadeiras e lâmpadas de led foram furtadas da Secretaria de Obras, localizada na Avenida das Indústrias. O local possui câmera de videomonitoramento, mas o DVD também foi furtado.
 
Ações da prefeitura para combater a falta de segurança 
 
Através da assessoria de imprensa, o prefeito José Luiz Cenci (PP) respondeu que a Administração está, desde 2017, instalando sistemas de alarmes nos prédios públicos e que parte deles já se encontra em funcionamento. Para combater a falta de segurança, diz a prefeitura, foram e continuam sendo tomadas todas as providências possíveis que uma Administração Municipal poder realizar, entre elas, a busca de recursos através da consulta popular 2016/2017 para a Segurança Pública; a busca de recursos junto a bancada federal do PP, que destinou emendas para aquisição de coletes, veículos e armamento; a realização de audiência pública para tratar sobre segurança pública, em parceria com a Câmara de Vereadores); encaminhamento de ofício solicitando reunião conjunta dos prefeitos do Vale do Taquari com o Secretário Estadual de Segurança Pública para tratar do tema no âmbito regional; a reforma no prédio da Brigada Militar; a criação do Conselho Municipal de Segurança Pública; a adesão ao Sistema Integrado de Municípios (SIM/RS),  a cessão do prédio para Brigada Militar e pagamento de aluguel para Polícia Civil. “Esta constante situação de furtos e falta de segurança em geral vem sendo, infelizmente, uma realidade nacional, e não apenas particular de Fazenda Vilanova.  O prejuízo é muito mais moral do que propriamente financeiro, isso porque o Posto de Saúde é um local sagrado para a população, onde praticamente 100% do povo vilanovense é atendido e que deveria ser respeitado. Um ato de vandalismo contra o Posto de Saúde é um ato contra todos os cidadãos vilanovenses”, salienta o prefeito.Conforme a delegacia de polícia de Fazenda Vilanova, os casos estão em investigação e, na ocorrência do Posto de Saúde, alguns suspeitos foram identificados.

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por