Taquari, 17 de Outubro de 2018
NOTÍCIAS
23/03/2018
Tudo certo para a volta do Futebol de Campo

O Campeonato Municipal de Futebol de Campo, que não foi realizado no ano passado, está confirmado para 2018. Cinco clubes deverão participar da disputa e ajudarão a organizar a competição. Está  confirmada a participação das equipes Avenida, Colorado, Parque do Meio, São José e Taquariense. 
Esta será a primeira vez que os clubes serão os responsáveis pela organização do campeonato, já que a Prefeitura não tem recursos disponíveis para a competição neste ano. A ideia da competição nestes moldes partiu do vice-presidente do Grêmio Esportivo Taquariense, Felipe Reis. Segundo ele, cada clube indicará um representante para formar uma comissão organizadora e criar o regulamento do campeonato.
A disputa da categoria Veterano inicia no dia 21 de abril. Os jogos serão aos domingos à tarde, em um campo por rodada. Já a Força Livre será disputada por Aspirantes e Titulares, iniciando no sábado, 11 de agosto. As rodadas serão dividas em um jogo no sábado e outro no domingo, para que haja apenas uma partida por dia, no intuito de trazer mais público.
A premiação será de troféu e medalhas, pagos pela Administração Municipal. Segundo o organizador do campeonato, Felipe Reis, a Zanc Assessoria de Cobrança, que deve instalar um call center em Taquari, assinalou a contribuição de R$ 10 mil para ajudar no campeonato, que se chamará Copa Taquari/Zanc. “A ideia da organização é que esse dinheiro seja utilizado em premiação, dividindo o valor entre os primeiros colocados nas três categorias, Veterano, Aspirantes e Titulares. A ideia é que os clubes se organizem antes com arbitragem e tudo o mais”, explicou Felipe. Uma reunião, na noite de ontem, definiria se o dinheiro seria mesmo utilizado em premiação ou poderia ser revertido para custeio da arbitragem. No entanto, o encontro encerrou após o fechamento desta edição e a decisão não pôde ser publicada junto à matéria.
Segundo Felipe Reis, as despesas com arbitragem para cada clube será de R$ 900 na primeira fase do Veterano e R$ 1,8 mil na primeira fase do Força Livre. Já as semifinais e finais da categorias serão custeadas pelos clubes classificados. A média é de R$ 500 por jogo.
Para custear a arbitragem, além da cobrança de R$ 2 de ingresso autorizada em qualquer etapa do campeonato, os times poderão promover a escolha da Musa de sua torcida. O intuito é que seja realizado um baile para a escolha da Musa do Campeonato, onde cada time receberia 100 ingressos para comercialização. 
As entradas para o baile custariam R$ 15, sendo que R$ 10 seriam revertidos ao clube que vendeu o ingresso e R$ 5 para os custos. Portanto, se um time vender as 100 entradas, teria R$ 1 mil em caixa para custear a arbitragem. Também é possível que os clubes busquem patrocínios com empresas para o custeio da arbitragem.

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por