Taquari, 17 de Outubro de 2018
NOTÍCIAS
16/03/2018
Taquariense busca a regularização do clube

A diretoria do Grêmio Esportivo Taquariensreuniu-se na noite da quarta-feira, 7 de março, para debater ideias quanto à regularização do CNPJ do clube. O encontro, realizado no Bar do Chico, reuniu ex-presidentes, diretores, antigos sócios e demais apoiadores do Taquariense.
Segundo o presidente, Valmir Roberto Donida, o Chico, atualmente o clube tem cerca de R$ 8 mil de dívidas junto ao CNPJ. “É um valor aproximado, pode ser para mais ou para menos. Mas a situação do clube hoje é muito complicada”, relata.
Os principais problemas de documentação do Taquariense são em relação a atas e estatuto do clube, além de dívidas no CNPJ. Em função disto, a própria diretoria que tenta regularizar a situação, e que foi eleita há 10 meses, ainda não conseguiu tomar posse oficialmente. “Nunca mais foi registrada uma ata, nada. Então a gente vai ter que fazer a chamada rerratificação de atas, registrar um estatuto novo e regularizar a situação do CNPJ”, explica Chico. Em relação ao CNPJ, que estaria inativo, há dívidas de mais de R$ 2 mil em função de multas por atraso em Declarações Anuais de Receita. “Vamos ter que pagar por etapas”, informa o presidente.
Embora ainda existam dívidas, segundo Chico, boa parte dos débitos do Taquariense já foi quitada no ano passado. “Nós assumimos o clube negativo em R$ 6,5 mil de dívida com água e luz, e limpeza que tivemos que fazer”, recorda. Segundo o presidente, a venda de camisetas do clube em 2017 foi responsável por angariar os recursos para quitar estes débitos. Agora, para a regularização da documentação do time, outros eventos serão realizados.
 
As promoções
 
O primeiro passo para a regularização da documentação do Taquariense será a rerratificação das atas. Para isso, o clube precisa de cerca de R$ 2 mil. Segundo Chico, durante a reunião na semana passada, ocorreram algumas doações em dinheiro para este fim, mas ainda será necessário realizar uma promoção para conseguir os recursos totais.
O evento será uma venda de galeto, no dia 14 de abril, na sede dos moradores do bairro Caieira. O valor do cartão é de R$ 18 e o cardápio inclui seis pedaços de frango, arroz, aipim e salada. Os cartões estão à disposição a partir da próxima segunda-feira, com os apoiadores do clube. Segundo Chico, os participantes da reunião levaram, ao todo, 195 cartões para a venda. Os ingressos não podem ser devolvidos.
Já as próximas etapas para a regularização do clube serão custeadas com outras promoções. Em agosto deste ano, deve ser feito um jantar em comemoração aos 88 anos do Taquariense. Além da venda de ingressos para a festa, o clube pretende comercializar camisetas retrô. O modelo da camiseta já está definido e é um dos utilizados pelo profissional do clube, na década de 1990. A venda das camisetas e ingressos para o jantar ainda não começou.
Quem tiver interesse em ajudar o Taquariense e adquirir ingressos do galeto pode entrar em contato com o presidente, pelo telefone (51) 9 9614 3460.
 
 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por