Taquari, 19 de Junho de 2018
NOTÍCIAS
09/03/2018
O sonho começa aqui

O desejo de se tornar jogador de futebol, para muitos garotos da região, começa em Taquari. A boa infraestrutura e a tradição em campeonatos pelo estado fazem com que a Escolinha de Futebol Pinheiros Duttra e o Esporte Clube Pinheiros atraiam, anualmente, diversos atletas de outros municípios que têm um sonho em comum: jogar futebol profissionalmente.
O morador de Triunfo, Paulo Roberto Lucas, 48 anos, vem a Taquari semanalmente, de segunda a quinta-feira, trazer o filho Filipe dos Santos Lucas, de 14 anos, para treinar na Pinheiros Duttra. Segundo Paulo Roberto, o menino tem o sonho de se tornar jogar profissional de futebol. “Eu estou atendendo o sonho dele, investindo nele. Eu sou um ex-atleta  e cheguei a jogar no Inter, Passo Fundo, e o meu pai acabou não investindo mais em mim na época. Eu não quero que isso aconteça com o meu filho”, conta o pai.
De acordo com o morador de Triunfo, embora exista escolinha de futebol em sua cidade, o deslocamento até Taquari e os custos gerados por isto valem a pena. “Eu conheço time de Santa Catarina, eu conheço time de Porto Alegre, como o Internacional e o Grêmio, conheço Juventude, Santa Cruz, e uma das melhores estruturas hoje, exceto Inter e Grêmio, é a do Pinheiros. Se iguala com Zequinha, Cruzeiro e outras equipes de ponta. É um conjunto tanto de estrutura física quanto de valor humano, de professores e comissão técnica. O pessoal é muito competente”, destaca o pai.
Desde que foi fundada, na década de 1980, a escolinha Pinheiros Duttra atua em parceria com o E.C. Pinheiros, onde os atletas, após completarem 15 anos, deixam a escolinha e seguem para o clube. Atualmente, cerca de 40 jogadores de outros municípios atuam no futebol de base das duas entidades esportivas. O atrativo para os atletas de outros municípios é, além do comprometimento dos profissionais que atuam pelas entidades, a infraestrutura encontrada tanto no Centro de Treinamento Dutra, onde é desenvolvido o trabalho da escolinha e há cinco campos de futebol de boa qualidade, quanto no Estádio Pinheirão, onde atua o E.C. Pinheiros em competições de alto nível, como a primeira divisão do Estadual, e sempre atrai grande público. “Eles vêm em busca de potencializar seu futebol e obter visibilidade através dos jogos”, explica o fundador da Pinheiros Duttra e gerente de futebol do E.C. Pinheiros, o professor Antônio Carlos Dutra, o Gancho.
Atualmente a escolinha tem cerca de 30 alunos de outros municípios como Tabaí, Paverama, Triunfo, Lajeado, São Jerônimo e das localidades de Coxilha Velha e Vendinha. “Eles vêm de fora, indo e voltando de diversas maneiras, como carro, moto, ônibus, van. Já temos três morando em Taquari, sendo dois sub-15, no alojamento do E.C. Pinheiros, e um sub-14 , em casa de amigo”, conta Gancho.
Além da Escolinha Pinheiros Duttra, há atletas de outros municípios atuando no Juvenil do Esporte Clube Pinheiros, que, no próximo mês, inicia a disputa na série A do Estadual da categoria. Onze jogadores do elenco são de municípios como Caxias do Sul, Tapes, Montenegro, Arroio do Meio, Mariante, Cachoeirinha, Triunfo e Tabaí. Dez deles ficam no alojamento do clube, junto ao estádio Pinheirão. No local, há zeladoria 24 horas, assistência médica e fisioterapêutica. Os meninos estudam pela manhã, realizam os treinamentos durante a tarde, de segunda-feira a sábado, e recebem quatro refeições diárias. Também há três fatores que podem levar à dispensa dos jogadores: indisciplina no alojamento, baixo aproveitamento escolar e decadência da perfomance de jogo. “Procuramos uma gestão de excelência, através da qualidade dos treinamentos, a segurança e conforto no alojamento, com colégio perto do Pinheirão. Um tratamento fidelizado com o atleta e familiares”, diz.
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por