Taquari, 19 de Agosto de 2018
NOTÍCIAS
09/03/2018
MISTURA FINA: Começam as inscrições para curso de qualificação em call center

A partir da próxima quinta-feira, dia 15, os taquarienses interessados em trabalhar no call center da Zanc Assessoria de Cobrança, que deverá se instalar em 2018 no prédio do antigo Idesc/Seminário Seráfico, podem começar a se inscrever no curso de qualificação que será oferecido gratuitamente pela Prefeitura, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas e Sindicato dos Comerciários. Será através do curso que a empresa, selecionará os primeiros funcionários para trabalhar em Taquari.
As inscrições só poderão ser feitas presencialmente. Não há exigências quanto à escolaridade mínima dos candidatos. Serão disponibilizados computadores na Prefeitura, CDL e Sindicato dos Comerciários para que os candidatos possam preencher os formulários de inscrição. Não é preciso levar currículo ou xerox de documentação, apenas os documentos pessoais originais. “Nestes locais vai ter alguém explicando e ajudando. A gente não vai abrir para as pessoas se cadastrarem pela internet, para poder priorizar que os candidatos sejam de Taquari”, explicou o prefeito Maneco.
O curso terá duração de 80 horas e há 600 vagas disponíveis. Os alunos serão divididos em turmas e a intenção é de que todos concluam a capacitação até o primeiro semestre deste ano. Segundo Maneco, a formação inicial é de nível básico para o call center. Com a conclusão dos cursos ministrados pela Prefeitura, serão selecionados de 100 a 150 alunos para iniciar um treinamento específico da Zanc, na unidade da empresa, em Porto Alegre. “A Zanc tem uma turma que faz serviço para a Vivo, por exemplo, que tem um tipo de treinamento diferente de quem presta serviço para o Bradesco, por exemplo. Então tem esse treinamento genérico, que é o que nós vamos dar pra todo mundo, e tem um treinamento específico de acordo com o cliente, que esse vai ser dado pela própria empresa”, informa o Prefeito.
Esses cerca de 150 alunos que serão treinados em Porto Alegre começarão as operações em Taquari e auxiliarão no treinamento de outros 250 taquarienses, que também atuarão no início das atividades do call center no município. A Zanc deve iniciar as operações em Taquari com 400 funcionários, sendo que, em um ano, deve aumentar o quadro funcional para 600 trabalhadores. Se for mantida esta média mensal de funcionários, em 10 anos, a Prefeitura de Taquari doará o prédio do antigo Idesc/Seminário Seráfico à empresa.
Atualmente, o local passa por reformas, custeadas pela Administração Municipal. O valor total da obra é de R$ 6.419.995,00, que devem ser pagos em 48 parcelas à empresa Elmo Eletro Montagens, vencedora de licitação para a reforma. Com os juros, o valor total passa a ser de R$ 7.912.486,07.
 
Apoiadores de Bolsonaro se encontram na Lagoa
 
Na tarde do último domingo, um grupo de apoiadores do político Bolsonaro (PSC) reuniu-se para uma chimarreada na Lagoa Armênia. Segundo um dos participantes do evento, Vandré Bastos Neves, o ato foi idealizado pelos grupos Armas SA, que defende a modificação das leis sobre utilização e porte de armas, e Bolsonaro Rio Grande do Sul, ambos de âmbito estadual. “O objetivo da chimareada foi realizar um ato de apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro”, explicou Vandré.
Segundo o taquariense, cerca de 60 pessoas participaram do evento, confraternizando e tomando chimarrão. A organização registrou presença de pessoas de Taquari, Tabaí, Montenegro, Triunfo, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Teutônia, Santa Cruz, Canoas, Porto Alegre, Caxias, Lajeado e Estrela. Outro ato do grupo está marcado para a manhã do dia 18 de março, no Parcão, em Porto Alegre. Os apoiadores de Bolsonaro também pretendem realizar um debate com o tema “Brasil: do desarmamento ao caos”, envolvendo pessoas a favor e contra o tema.
Vandré foi um dos fundadores do Patriotas em Taquari, no ano passado, quando foi eleito presidente municipal do partido fundado em apoio a Bolsonaro, que na época havia anunciado que sairia do PSC para disputar a eleição presidencial pelo Patriotas. No entanto, o deputado acabou desistindo do Patriotas e, atualmente, assinala que vai para o PSL. Em função disso, os taquarienses também acabaram deixando o partido. “Hoje, o Patriotas está sem presidente. O grupo ligado ao mesmo está no aguardo do rumo a ser definido com a filiação do Deputado Jair Bolsonaro ao PSL”, explicou.
 
O rancho da Miss
 
Na semana passada, a taquariense Caroline Tauani Pereira, 23 anos, realizou a entrega de cerca de 250 quilos de alimentos ao Instituto de Saúde e Educação Vida (Isev), que administra o Hospital de Taquari. A jovem realizou a campanha de arrecadação de alimentos junto à comunidade taquariense, para cumprir uma etapa do concurso Soberanas da Expovale, do qual está participando, além de ajudar o hospital do município.
Nesta semana, circulou na comunidade a conversa de que metade dos alimentos arrecadados na campanha de Caroline teriam sido levados ao Hospital de Arroio dos Ratos, que também é administrado pela rede Isev. O assunto causou descontentamento para muitos taquarienses, que acreditavam que os alimentos doados seriam revertidos para o Hospital de Taquari.
Ontem, o Mistura Fina conversou com o administrador do Isev de Taquari, Fabiano Voltz, sobre a situação. Segundo ele, parte dos alimentos arrecadados pela Miss realmente foram enviados para Arroio dos Ratos numa espécie de troca. Isso ocorreu porque já havia grande quantidade destes alimentos no estoque do Hospital de Taquari, cujas datas de validade estavam se aproximando. Por isso, teriam sido enviados para Arroio dos Ratos em troca de material hospitalar. “Os alimentos que já tinhamos estocados a gente fez essa troca com a unidade de Arroio dos Ratos, por água destilada e alguns medicamentos, como antibióticos e outros”, explicou Fabiano Voltz.
 
OPINIÃO DO MISTURA FINA
 
Não existe crime bom
 
É lamentável a declaração do vereador Vânius Nogueira, na última sessão da Câmara, quando afirmou que não estava nem aí para o ataque ao Banco do Brasil, dizendo que o banco tinha que ser assaltado mesmo. 
Não existe crime bom! Aceitar a prática de crimes só estimula o aumento da violência e aumenta a insegurança.
Pena que isso tenha ocorrido dentro do Legislativo, onde estão os representantes do povo.  E esse absurdo não foi contestado por nenhum vereador. Não estamos afirmando que os demais concordam com o que o colega disse, mas não dá para deixar passar em branco tamanho desrespeito às normas que regem o equilíbrio e o bem estar da sociedade.
Dizer que não se importa com  um crime porque não é vítima equivale a apoiar o crime, fazer apologia ao mesmo. Depois ficamos perguntado por que tanta insegurança. 
Toda a sociedade é vítima da criminalidade. Se pensarmos bem, esse tipo de raciocínio pode estar presente em muita gente. Não se reduz a violência com a aceitação de práticas criminosas seletivas.
 
 
 

 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por