Taquari, 23 de Fevereiro de 2018
NOTÍCIAS
26/01/2018
Legislativo aprova contratação de servidores

Na manhã desta quinta-feira, dia 25, ocorreu uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores. Foram aprovados dois projetos de lei que autorizam o município a realizar a contratação, em caráter excepcional, de recursos humanos.
Um dos projetos prevê a contratação emergencial de 59 servidores para a Secretaria Municipal de Educação. Destas, mais de vinte são para professores de educação infantil, de anos iniciais, de Educação, História, Geografia, Ciências, entre outros. Há também 15 vagas para auxiliar de pré-escola, um de supervisor educacional e dez para serventes.
Conforme o projeto, a contratação será temporária, podendo ser interrompida a qualquer momento mediante a nomeação de novo servidor por concurso público ou retorno de servidores afastados temporariamente.
O outro projeto de lei autoriza a contratação de três serventes para suprir a demanda de trabalho no Centro Especial de Amparo à Criança e ao Adolescente (CEACAT).
Conforme a exposição de motivos, assinada pelo vice-prefeito André Brito, a contratação é necessária por conta da demanda de trabalho existente e porque o quadro reduzido de servidores neste setor acarreta gastos com horas-extras, o que onera os cofres do Município. 
Ainda, segundo o documento, somente entre maio e novembro de 2017, o Município gastou o valor de R$ 28.5007,00 referente a 2.279 horas extras para seis servidoras. “Isto significa que, em média, o custo foi de R$ 4.751,16 por  servidora em cada um desses meses. Levando-se em conta que o custo de uma servidora, sem fazer horas extras, é de R$ 1.245,97 por mês, fica claro que a economia será real”, consta no projeto.
 
Vereadores manifestam-se
 
Durante a votação dos dois projetos, o vereador Leandro Mariante (PT) foi até a tribuna para parabenizar a Prefeitura pela contratação de professores para a rede municipal. “A demanda vem aumentando e as escolas do município vêm recebendo um número maior de alunos. Enquanto nós vemos o Estado anunciar o fechamento de escolas, nós aumentamos o serviços”, comentou. Para ele, é possível que, no decorrer de 2018, o Município deverá apresentar mais projetos de lei para contratação de servidores para a educação. 
Ele também afirmou que a Prefeitura deverá investir ainda mais recursos na CEACAT, diante da importância do centro, que atende crianças carentes. “Ainda estamos muito distantes de executar esse serviço com a dignidade que necessita. Temos que ir além. O Município tem que solicitar para cá a contratação de um educador social”, afirmou.
Depois, o vereador Tio Nei (PSDB) questionou se essa forma de contratação seria a mais barata e também lembrou que a obra da creche do Parque do Meio segue parada. “Com certeza geraria ali muitas vagas”, disse.
Ramon Kern (PT) respondeu aos questionamentos do colega tucano. “Talvez o vereador Nei desconheça, mas a Prefeitura não pode contratar em regime de CLT. Ou é contrato emergencial, como está sendo feito agora, ou concurso público”, explicou. “Para contratar via CLT, tem que ser feita uma licitação, como está sendo na Creche Vó Laura; aí realmente é mais barato”, concluiu.

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por