Taquari, 23 de Fevereiro de 2018
NOTÍCIAS
19/01/2018
MISTURA FINA: Taquarienses podem ser candidatos a deputados

Nesta semana, o Mistura Fina foi conversar com alguns taquarienses que têm nomes cogitados como possíveis candidatos a deputados estaduais no pleito de 2018.
Dos quatro entrevistados, dois não descartaram a possibilidade de candidatura neste ano. São eles o prefeito Maneco (PT) e o ex-vereador João Batista (PSDB).
Maneco diz que o partido quer que ele dispute o pleito de 2018, mas ainda analisa a questão. “Acho que esse não é o momento, mas eu não descarto a possibilidade. Sou sempre por aquilo que é melhor para nossa cidade e para nossa região. Daqui a pouco, se ali em março a gente achar que colabora mais para a nossa cidade e para a região, que a gente vai trazer mais conquistas e que é viável, pode-se fazer uma conversa, resolver e viabilizar”, disse o prefeito. Para ele, esta decisão política deve ser coletiva. 
Já João Batista, ex-vereador e atual presidente municipal do PSDB, aguarda a reunião do partido no Vale do Taquari, que deve ser realizada no mês de março. Durante o encontro, deve-se debater quem será o candidato tucano do Vale a disputar as eleições de 2018. “Até lá sou pré-candidato”, disse o João Batista. Além do taquariense, estão na disputa por esta candidatura a deputado estadual a vereadora de Lajeado, Mariela Portz, e o vereador de Teutônia, Marcos Quadros. Um deles deve fazer dobradinha com o atual deputado estadual Lucas Redecker (PSDB), que deverá disputar o pleito para deputado federal.
 
Paulo Garcia (PMDB) e Valdir Trindade (PEN) não devem disputar o pleito
 
Outros possíveis nomes taquarienses às eleições de 2018 são Paulo Garcia (PMDB) e Valdir Trindade (PEN). O Mistura Fina entrou em contato com os dois, que disseram que estão fora do pleito deste ano.
Paulo Garcia é presidente do PMDB de Taquari, já foi vereador do município por dois mandatos e atualmente é secretário de Serviços Urbanos no município de Gravataí, na região metropolitana. Ele disse que, embora haja espaço para uma candidatura local, é preciso manter prudência para que se possa conquistar efetivamente uma cadeira na assembleia gaúcha. “Mantendo os compromissos com a defesa dos interesses da nossa Taquari”, disse. Paulo contou que o nome de seu grupo político para candidatura a deputado estadual em 2018 é o da primeira-dama de Gravataí, Patrícia Bazotti Alba. “Trabalhamos há muito tempo juntos, nestes últimos anos, tivemos a oportunidade de intensificar diversos projetos. Temos uma estimativa de que possa superar os 20mil votos somente na cidade de Gravataí”, disse Paulo Garcia.
Já Valdir Trindade, que foi duas vezes candidato a prefeito pelo Partido Verde, além de ter concorrido a deputado estadual em 2014, disse que está fora do pleito de 2018. “Não tem graça lutar contra esses tubarões”, falou. Valdir atualmente não está mais no Partido Verde, pelo qual disputou as outras eleições. Ele filiou-se recentemente ao Partido Ecológico Nacional (PEN 51), que busca trocar de nome para Patriota, e esperava a filiação de Jair Bolsonaro (PSC) para concorrer à presidência do Brasil pela sigla. “Mas parece que deu uma confusão lá em cima e o Bolsonaro não vai mais vir para o partido, daí eu não vou ficar”, contou Valdir Trindade.
 
Um buraco no caminho
 
Quem trafega pela Rua João Rocha Pereira, no Loteamento Figueira, e quer seguir pelo acesso à Albino Pinto, encontra um grande buraco no caminho. Boa parte do paralelepípedo está solto e é difícil passar de veículo pelo trecho. A Administração Municipal disse ao Mistura Fina que atua em diversos serviços pela cidade e interior e que melhorias como a que deve ser realizada neste trecho são feitas com agendamento prévio, que deve ser solicitado na Prefeitura.
 
Na segunda-feira, nasceu o primeiro bebê do ano no Isev
 
Gabrielly Camargo Vargas foi o peimeiro bebê a nascer em Taquari em 2018. Medindo 45 centímetros e pesando 3.620 kg, a pequena nasceu por volta das 10h30 da última segunda-feira, 15 de janeiro.
A bebê é filha da dona de casa Vanessa Camargo, 33 anos, e do pedreiro Vagner Luís Medeiros Vargas, de 36 anos. “Estava previsto para o dia 17, mas não consegui, foi muita contração. Eu já tive quatro filhos, mas não tive dor de nenhum como a dela, foi muita dor”, conta a mãe.
A cesária foi feita pelo médico ginecologista e obstetra, Mauro Duílio Chacon.
 
Confusão
 
Duas situações em estacionamentos de veículos no Centro de Taquari têm gerado confusões. Nesta semana, um motorista contou ao Mistura Fina que acabou sendo multado ao estacionar na Rua Osvaldo Aranha, em local dedicado a carga e descarga. Acontece que o automóvel foi deixado no local após o meio-dia, enquanto a placa que delimitava a área, especificava o horário das 17h às 10h para a realização da carga e descarga. A Prefeitura disse que a função de carga e descarga deve ser desempenhada somente no horário especificado pela sinalização, conforme regulamentado por decretos municipais, e que não há irregularidade em outros motoristas estacionarem no local fora do horário determinado. Caso forem aplicadas multas em tais situações, as infrações podem ser questionadas junto à Prefeitura.
Outra situação que tem gerado confusão é a reserva de vagas para taxistas na Rua Vereador Praia, próximo ao cruzamento com a Sete de Setembro. O local, anteriormente, era dedicado apenas ao estacionamento de motocicletas, mas recentemente foram reservadas duas vagas para automóveis de taxistas. Alguns motociclistas disseram que, por força do hábito, acabaram não percebendo a alteração da sinalização e estacionaram no lugar, no entanto, tiveram seus veículos guinchados. Segundo a Prefeitura, há sinalização clara no local. “As vagas reservadas para táxis estão demarcadas por faixa amarela e por placa de trânsito, indicando o uso exclusivo para estes veículos, desde que foram autorizados para tal finalidade”, disse a Administração Municipal.
Na semana passada, um dos motociclistas fez um vídeo sobre o assunto e publicou no Facebook. Ele reclamou sobre a falta de divulgação da mudança no estacionamento e também se queixou sobre ter seu veículo guinchado. A Brigada Militar registrou ocorrência de desacato contra o autor do vídeo, porque, segundo o soldado que registrou o boletim, em determinado momento, o motociclista fala para os policiais “vão rachar uma lenha”.
 
 
 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por