Taquari, 12 de Dezembro de 2017
NOTÍCIAS
01/12/2017
Reunião debate construção de condomínio para empresas

Em busca do desenvolvimento econômico e geração de empregos no município, a Prefeitura de Taquari pretende desenvolver um condomínio empresarial no Bairro Pinheiros. Uma reunião na noite da última segunda-feira, na Câmara de Vereadores, debateu o assunto entre empresários e Administração Municipal.
A Prefeitura oferece uma área de terra de 47,2 mil m², situada no Bairro Pinheiros, a empresas taquarienses interessadas na construção de prédio próprio ou ampliação dos negócios. Os lotes ficam situados nas proximidades da empresa Vip Vans, que já está instalada em uma área pertencente à Prefeitura de Taquari.
Durante a reunião com os empresários, o Prefeito Maneco apresentou um projeto inicial, em que a área é dividida em 12 lotes. “A nossa meta é começar o mais rápido possível. A nossa expectativa é, quando lançar, começar com 6 a 10 empresas. Mas se tiver um interessado, já começamos. Nós queremos iniciar março com a coisa andando já”, disse o Prefeito. A Administração Municipal ofereceu a realização de terraplanagem dos terrenos, construção de uma rua entre os lotes, ligações de água e luz e cedência da área às empresas, enquanto estiverem em atividade. Caberá aos empresários construir, em no máximo seis meses, um prédio de acordo com as necessidades do empreendimento dentro de padrões pré-estipulados pela Prefeitura.
Cerca de dez empresários participaram do encontro e muitos demonstraram interesse no projeto. A reunião serviu para coletar sugestões dos empreendedores para formulação da lei municipal que tratará da concessão dos lotes. Uma das necessidades mais apontadas pelos empresários foi a doação dos lotes às empresas e não a cedência, como havia sido ofertado inicialmente pela Prefeitura. “Minha peocupação é essa concessão, eu não posso investir R$ 400 ou R$ 500 mil numa coisa que não é minha. E vou mais longe, eu queria esse terreno para usar de garantia para conseguir um financiamento. Como eu vou investir R$ 500 mil lá e depois eu morro e minha filha ou o meu sócio não vão conseguir tocar o negócio. Se for concessão, vale mais a pena continuar pagando aluguel”, destacou Valdir Duarte Pacheco, da VL Usinagens. Outros empresários também se manifestaram nesse sentido. “Eu acho legal a ideia do terreno, mas acho que tem que ter padrões mais ou menos definidos, porque a imagem é muito importante. Eu já tenho meu projeto e vou montar meu pavilhão, se não for lá, vou montar em outro lugar. Mas como vou investir R$ 400 mil no pavilhão se não tiver garantia do futuro, em 10 ou 15 anos, um prazo mínimo, que se eu precisar, eu consiga passar esse negócio adiante. O lote é a menor parte do custo para nós, não é tão representativo assim”, considerou José Valdoni da Silva Rosa, da empresa Linear.
Segundo o Prefeito Maneco, é possível realizar a doação da área às empresas. A forma de como fazê-la será analisada pela Prefeitura.
Outro ponto destacado pelos empresários foi a necessidade de padronização dos prédios, muros e estacionamentos das empresas, entre outras questões. Também foi ressaltada a preocupação em relação à segurança das empresas, que cogitraram a construção de uma portaria com segurança particular no condomínio.
No fim da reunião, cada empresário recebeu um formulário de intenção, que deve ser preenchido pelos interessados em construir no condomínio empresarial. A Prefeitura concedeu o prazo de uma semana para a entrega dos formulários. “Agora, esperamos os reais interessados para alinharmos os detalhes. Com seriedade e comprometimento, a Administração está incentivando a geração de empregos em Taquari”, disse o prefeito Maneco. Outra reunião deve acontecer no mês de dezembro para continuar tratando do assunto.
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por