Taquari, 12 de Dezembro de 2017
NOTÍCIAS
01/12/2017
PubliCIDADE: Com o Grêmio, onde o Grêmio está!

Eu sei que você já deve estar cansado de ouvir falar, ou ler, sobre o Grêmio. Mas se é “com o Grêmio onde o Grêmio estiver”, e estive torcendo todo esse tempo, agora que ele ganhou a Libertadores da América, ele com certeza é merecedor deste espaço!
Não sou torcedora fanática, não vou aos jogos no estádio e não sou sócia. Sou uma torcedora comum, que assiste aos jogos em casa e fica nervosa! Mas sou gremista! Torço pelo Grêmio como torço pelo Brasil na Copa... Com amor! Não entendo nada de esporte e até tenho pena dos jogadores que ficam correndo e treinando a sol e chuva! Mas sou gremista.
O que o futebol faz com as pessoas é muito lindo. Adoro a ideia do povo se unindo em uma torcida. Da disputa saudável entre times, da rivalidade que gera “memes” incríveis na internet, da capacidade do povo brasileiro em criar um conteúdo online de forma rápida e inteligente. Do bom humor, da comemoração e da festa!
Mas vamos com calma. Não é certo invadir território alheio em nome da sua alegria. Não é certo ofender, brigar, provocar ou estragar a paz alheia em nome da sua felicidade. Depois da festa, voltamos à vida real. Não precisa atirar foguete na casa de colorado e nem fazer xixi no pátio do escritório de alguém. Mesmo durante a alegria do título, ainda existe banheiro e ainda existe vida. Tem gente que dorme, tem bebês recém-nascidos e vidas que seguem normalmente, mesmo com toda a sua felicidade. Senão depois ficamos iguais ao Humberto Gessinger em “Anoiteceu em Porto Alegre”: trazendo consigo os estragos da noite.
Parabéns ao Grêmio e parabéns aos gremistas! Em meio a tanta notícia ruim, ter alegria através do esporte tem sido um escape histórico para a nossa população. E agora chegou a nossa vez. Os colorados se lembram de quanto vibraram e se alegraram, e é nosso direito também, não se magoem. Não é pessoal, é a rivalidade que alimenta a paixão por um time de futebol!
Agora é continuar torcendo pelo mundial, de forma respeitosa e alegre, sem invadir os limites de ninguém. Pois depois de tudo, como dizia Gessinger, “nada diferente, chegamos finalmente ao dia de amanhã”!
 
Daphne Becker

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por