Taquari, 12 de Dezembro de 2017
NOTÍCIAS
24/11/2017
MISTURA FINA: Asfaltamento de Aterrados deve ser concluído em janeiro

Entrou na reta final o asfaltamento da estrada TQ-150, situada em Aterrados, na divisa de Taquari e Tabaí. Nesta semana, está sendo colocada a camada asfáltica nos últimos 500 metros da via. Ao todo, a estrada possui 7.142 km. Segundo o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagens (Daer), responsável pela obra, 90% já estão prontos. 
Daqui para a frente, só falta concluir a sinalização horizontal e vertical da via, a execução de sarjetas de concreto e o enleivamento - colocação de grama nos taludes para não obstruir as valetas. Tudo deve ser concluído em janeiro de 2018. A obra é realizada pela empresa Conpasul, de Estrela.
O investimento total será de R$ 8,476 milhões, sendo R$ 5,855 milhões de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), financiados pelo Governo do Estado, e R$ 2,6 milhões de contrapartida das prefeituras de Taquari e Tabaí. A Administração de Taquari deverá pagar R$ 1,9 milhão e a de Tabaí, cerca de R$ 700 mil.
Segundo o Daer, o Governo do Estado já repassou R$ 4,350 milhões para a obra. Já as Prefeituras de Taquari e Tabaí não conseguiram informar os números exatos para apresentar ao jornal na tarde de ontem, mas informaram que estão com os repasses em dia e que tudo deve estar pago até o fim da obra.
Para o prefeito Maneco, o asfaltamento é de extrema importância para a possível instalação de empresas no município. “Lutamos desde o início da nossa administração pela pavimentação da Estrada de Aterrados e sempre acreditamos que essa obra era possível. Hoje estamos acompanhando a realização de um sonho, com ainda mais certeza de que essa conquista vai mudar não apenas a vida dos taquarienses, mas da população de toda a nossa região”, enfatizou Maneco.
Para o prefeito de Tabaí, Arsênio Cardoso, o asfaltamento de Aterrados facilitará a vida da comunidade, além de representar economia aos cofres públicos. “Tínhamos um gasto alto anualmente com a manutenção daquela estrada e agora, tão cedo, não precisaremos realizar manutenção lá. Além do desgate com veículos do transporte escolar e saúde, com molas, amortecedores, essas coisas. Também imaginamos um grande desenvolvimento local, já que indústrias procuram lugares com melhores acessos. Já temos tratativas com empresas”, disse Arsênio.
 
Adiada mais uma vez
 
A abertura das cartas-propostas das entidades interessadas em realizar a administração das creches municipais Vó Laura, São José e Nossa Senhora das Graças, mais uma vez, foi adiada. Isto porque a Prefeitura realizou mais alterações no edital de concorrência pública que visa à contratatação da gestora, desta vez, destacando que a vencedora será a entidade que apresentar o menor preço global mensal.
O edital foi publicado pela Prefeitura no dia 29 de setembro e deveria ter as cartas propostas abertas no dia 1º de novembro. Devido a alterações realizadas no final de outubro, a abertura das propostas acabou sendo adiada para esta quinta-feira, 23 de novembro. No entanto, novamente o edital foi alterado e o processo, adiado. Com a alteração feita pela Administração na última quarta-feira, 22, ficou definido que a abertura das propostas será feita no dia 27 de dezembro, às 9h. A prorrogação da abertura das cartas é feita sempre que ocorre alguma alteração no edital, porque é determinado por lei, que seja dado, no mínimo, 30 dias para as empresas interessadas se adequarem às alterações.
A entidade vencedora da licitação deverá atender a 345 crianças entre zero e cinco anos. Destas, 150 devem frequentar a creche Vó Laura, situada no Bairro Colônia Vinte; 90 frequentarão a São José, no Loteamento São José; e 105 serão alunos na Nossa Senhora das Graças, no Rincão São José. As escolas devem atender no período de 12 horas. Na Vó Laura, o horário de atendimento será das 6h30 às 18h30, e na São José e Nossa Senhora das Graças, o atendimento ocorrerá das 7h às 19h.
 
Saiba mais
 
As três escolas de educação infantil já estão sendo administradas através de parceria público-privada, desde março deste ano, pela Associação de Desenvolvimento de Projetos Educacionais, Culturais e Sociais (Adpecs), de Eldorado do Sul. O contrato emergencial firmado com a Adpecs venceu em setembro deste ano e, segundo a Prefeitura, foi prorrogado até a conclusão do novo edital.
Atualmente a Administração Municipal paga, mensalmente, R$ 156.562,84 à Adpecs, pela administração das creches. A entidade é a responsável pela contratação de servidores, limpeza e manutenção das escolas. Já a Prefeitura fica com a coordenação pedagógica, mantendo uma supervisora nos educandários, além de fornecer a merenda escolar.
 
Prefeitura diz que ainda trabalha na construção de edital para venda da Açoriana
 
Em junho deste ano, o Prefeito Maneco anunciou a venda da Empresa Jornalística e de Radiofusão Açoriana (Ejora), de propriedade da Prefeitura de Taquari desde a década de 1980. A empresa, que administra a Rádio Açoriana, deve ser leiloada.
Segundo a Administração Municipal, ainda está sendo construído o edital para a venda da empresa. Não há previsão de data para o leilão, nem preço do lance inicial.
Enquanto não ocorre o leilão, a rádio segue mantida pela Prefeitura. Conforme informado pelo prefeito Maneco, atualmente há dois funcionários na rádio, além de uma estagiária que atende na recepção e a diretora da empresa. “Vai se manter assim até a venda. A gente não pode fechar, se não perdemos a concessão. Tem que ter, no mínimo, 10 horas de programação diária”, disse o prefeito, em entrevista a O Fato Novo no final de agosto.
Conforme dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Prefeitura repassou, somente neste ano, até o final de outubro, R$ 114.855,22 à Ejora para a manutenção das atividades da rádio.
 
 

 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por