Taquari, 18 de Novembro de 2017
NOTÍCIAS
10/11/2017
Jovem de 22 anos é morta a facadas no bairro Coqueiros

Era tarde de domingo, dia 5, quando Marcos Vinícius de Medeiros Dutra (41) foi informado pelos familiares de que sua irmã, Shaiane Dutra Moreira (22), não havia retornado para casa após uma festa. 
Imediatamente, Marcos ligou para o celular da irmã, que estava desligado. “Quando me contaram que não tinham contato com ela desde a noite já fiquei desconfiado. Ela não era de fazer isso”, relata. “Aí eu já tinha certeza de que ela estava morta.”
Ele relata que saiu de moto com o irmão até a casa do ex-companheiro de Shaiane, que vivia na rua Laura Cruz de Souza, situada no bairro Coqueiros. “Quando eu desci da moto eu sabia que eu ia encontrar ela morta. E não deu outra.”
Ao entrar na garagem, constatou que estava certo: sua irmã estava no chão sem vida. “Era um cenário de filme de terror. As costas todas furadas de faca”, conta o irmão, chocado. O ex-companheiro de Shaiane não estava no local.
A Brigada Militar foi acionada e isolou a residência para a chegada da perícia. Mais tarde, o corpo da vítima foi encaminhado para necropsia em Lajeado.
Natural de Alvorada, Shaiane é filha de Pedro da Silva Moreira e Noemia de Medeiros Dutra. Ela deixa três irmãos e uma filha de três anos, Yasmim Dutra Moreira. O corpo de Shaiane foi sepultado no dia seguinte, segunda-feira (6), no Cemitério dos Almeida. 
“Ela era uma guria muito extrovertida, animada e bem feliz. Tudo para ela estava bom. Por mais que ela tenha suas falhas, assim como todo mundo, não merecia morrer desse jeito”, lamenta Marcos.
 
Para polícia, ex-companheiro é o principal suspeito
 
Em entrevista a O Fato Novo, a Delegada de Polícia, Betina Martins Caumo, afirmou que o ex-companheiro de Shaiane, morador de General Câmara, 27 anos, é o principal suspeito de ter matado a vítima. 
“Várias testemunhas foram ouvidas, todas reforçando a autoria em relação a ele e ele está com prisão temporária decretada”, afirmou. 
Testemunhas disseram para a polícia que o relacionamento entre os dois era “conturbado”. A Delegada revelou que Shaiane havia solicitado medidas protetivas em outubro. Dias depois, o ex-companheiro da vítima registrou uma ocorrência contra ela em General Câmara, dizendo que ela tinha medidas protetivas mas que o estava procurando e isso acabou sendo confirmado pelas testemunhas ouvidas. 
“Não se sabe qual o motivo, mas a própria vítima permitiu esse contato em algum momento com ele após solicitar a medida protetiva”, afirma a Delegada. 
Marcos, o irmão de Shaiane, comentou sobre o relacionamento entre a vítima e o ex-companheiro. “Eles viviam brigando. Nós cansamos de pedir para ela sair fora, largar ele de mão. Ela disse que não ia se encontrar mais com ele, mas era mentira. Ela estava encontrando ele escondido”, conta. Com medo do suspeito, a família da vítima decidiu que vai embora de Taquari.
 
Polícia busca suspeito
 
Na segunda-feira, a Polícia Civil realizou diligências no município de General Câmara para efetuar a captura do suspeito. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência de familiares do acusado. Conforme a polícia, uma motocicleta Honda CG 150 Titan, de cor vermelha, que o acusado teria utilizado para fugir de Taquari, foi apreendida na residência do seu irmão.
Entretanto, até o fechamento desta edição, o paradeiro do suspeito é desconhecido. “Negociamos até o último momento a apresentação dele. Mas não se apresentou. Continuamos tentando negociar a apresentação dele, ele está com prisão temporária decretada, está ciente disso e de que neste momento o melhor seria se apresentar e dar a versão dele dos fatos mas nada”, afirmou a Delegada.
 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por