Taquari, 18 de Novembro de 2017
NOTÍCIAS
03/11/2017
Corpo de homem é encontrado carbonizado no interior de Triunfo

Um corpo foi encontrado carbonizado na localidade de Barro Vermelho, interior de Triunfo, pela Polícia Civil de Taquari. Conforme a Delegada de Polícia, Betina Martins Caumo, a polícia recebeu informações de que o corpo estava na localidade do Passo do Santa Cruz, divisa com o município vizinho.
Uma viatura foi até o ponto indicado mas não encontrou nada. A polícia seguiu em direção a Triunfo, onde acabaram localizando o corpo carbonizado no meio da estrada na localidade de Barro Vermelho. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Triunfo.
O Fato Novo entrou em contato com o inspetor de polícia Antônio Luis Castro. Segundo ele, o corpo ainda não foi identificado. “Tivemos um princípio de identificação, mas não tivemos sucesso. Fomos no endereço da suposta vítima, mas ele estava vivo”, explica.
Conforme o inspetor, a polícia trabalha com a hipótese de que o homem tenha sido morto em outro local e desovado na estrada. “Mas não há nada concreto, ainda estamos investigando”, ressaltou.
Ele também ressaltou que havia uma perfuração nas costas, a princípio de arma de fogo, e a cabeça bastante machucada, como se tivesse recebido pauladas. “Ele foi carbonizado principalmente nas mãos e as cabeças, provavelmente para dificultar a impressão digital. Era alguém que sabia desse detalhe. Porque ele foi encontrado de bruços na estrada e com as mãos abaixo do queixo. E foi aí o foco principal do fogo”, explica.
Um celular foi encontrado junto ao corpo, mas até o momento não conseguiram utilizá-lo.
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por