Taquari, 18 de Novembro de 2017
NOTÍCIAS
03/11/2017
Deu São José

Depois de quatro meses de disputa, encerrou, no último sábado, a Copa BRX Esportes/Grupo Costa de Futebol Sete. E o campeão foi  o São José que, na final, na Associação  de Funcionários da Certaja (Acerta), num duelo emocionante, derrotou o Atlético/Ponto Real por 2 a 1 e ficou com o título.
Um bom público compareceu à Acerta para acompanhar a final da Copa BRX Esportes/Grupo Costa de Futebol Sete. E quem foi não se arrependeu, pois pôde assistir a um bom jogo de futebol.
Com a melhor campanha do certame, o Atlético chegou como favorito ao título, pois foi mais regular durante o certame. E num início superior, o Atlético empurrou o São José no seu campo, tendo as melhores oportunidades para abrir o marcador. Aos dois minutos, Bruno Souza chutou cruzado, mas parou em Juliano, que fez linda defesa. Aos seis, após boa trama, Bruno Souza lançou na esquerda e, na saída de Juliano, Aírton deu um leve toque, mas a bola, caprichosamente, foi para fora. Aos sete, depois de boa trama pelo miolo, Bruno Souza chutou forte, no canto, mas Juliano, mais uma vez, salvou o São José.
O São José só conseguiu dar uma respirada após os 10 minutos, quando Joe recebeu bom passe de ET e, de frente para o gol, chutou forte, rasteiro, mas Maciel fez linda defesa.
Com uma postura mais conservadora e esperando mais o Atlético, o São José abriu o placar aos 15 minutos, num contra-ataque. Emerson se soltou, passou por Ricardinho e o goleiro Maciel e, com o gol aberto, chutou rasteiro, 1 a 0 São José. Por alguns instantes, o São José dominou o Atlético, principalmente quando soltou seus homens de marcação, Almir, Heitor e Emerson. O fator surpresa dificultou a marcação do Atlético, que levou alguns sustos.
No final da primeira etapa, o Zequinha dominava a partida, quando o Atlético chegou ao empate, aos 24 minutos. Aírton rolou para o meio, Radaelli dominou, chutou alto, e, contando com a colaboração do goleiro Juliano, colocou nas redes, 1 a 1. Mas Juliano se redimiu da falha logo em seguida, aos 25 minutos. Aírton recebeu na direita, entortou Heitor e chutou forte, mas Juliano salvou mais uma.
Na etapa final, logo aos dois minutos, Joe recebeu pelo meio e chutou no ângulo, forte, mas Maciel fez mais uma excelente defesa. Aos três, Augusto cobrou escanteio, Scienza desviou e a bola passou muito perto. Aos quatro, após falha defensiva, Hígor ficou com a sobra, mas chutou por cima, perdendo uma chance incrível.
Aos oito, o Atlético voltou a estar perto do gol. Após falta, Bruno Souza rolou para o meio e Radaelli chutou forte, mas houve desvio no meio do caminho e a bola foi para fora, muito perto.
Aos 12, num veloz contra-ataque, Hígor recebeu livre e, cara a cara com o gol, chutou firme, mas Juliano salvou o São José.
Aos 13, o São José respondeu, quando Augusto cruzou, Ronald cabeceou firme e Maciel fez outra defesa importante, espalmando para escanteio.
Aos 14, Ricardinho acertou um chutaço, cruzado, mas Juliano espalmou para escanteio. Aos 17, Maicon girou sobre a marcação de Heitor e chutou forte, no ângulo, mas Juliano, mais uma vez, evitou a virada do Atlético.
Aos 22, o São José conseguiu o gol que lhe deu o título. Após falha no meio, Augusto rolou e Joe acertou um belo chute, forte, rasteiro e venceu Maciel, 2 a 1 São José.
Nos minutos finais o Atlético partiu com tudo, mas não encontrou soluções ofensivas para chegar ao empate ou a virada. Assim, com a vitória, o Zequinha comemorou o título da Copa BRX Esportes/Grupo Costa de Futebol Sete e deixou o Atlético com o vice-campeonato. A terceira colocação ficou com o Avenida, que fez a mesma campanha do que o AFC, quarto, mas sofreu menos gols, segundo critério de desempate. O Bar do Luizinho encerrou em quinto, o Bar do Chico, em sexto, o Juventus, em sétimo, e o AFQD/Exata, em oitavo. O Flamengo foi o nono, o Liverpool, o 10º, o Futebol e Folia, o 11º e o Pombo Correio, o 12º.
O São José e o Bar do Luizinho tiveram os melhores ataques do certame, ambos com 18 gols. O Avenida, com apenas quatro gols sofridos, teve a melhor defesa. Maicon Elvis, do Bar do Luizinho, com sete gols, foi o artilheiro do certame, e Maciel, do Atlético/Ponto Real, o goleiro menos vazado. A melhor disciplina da competição foi do Pombo Correyo que, em cinco partidas, não tomou nenhum cartão.
A Taça BRX Esportes/Grupo Costa de Futebol Sete iniciou no dia 24 de junho. Em quatro meses de competição, foram 37 partidas e 150 gols marcados, o que dá uma excelente média de mais de quatro gols por partida. O certame foi organizado pela iniciativa privada, com o apoio da Associação Municipal de Árbitros de Tabaí (Amat) e Secretaria Municipal de Esportes, que cedeu funcionários para fazer a mesa no dia  dos jogos.

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por