Taquari, 18 de Novembro de 2017
NOTÍCIAS
13/10/2017
Morre ex-secretário da Fazenda, Helder Cardoso

Faleceu, na manhã da quarta-feira, 11 de outubro, em sua residência em Novo Hamburgo, Helder Costa Cardoso, aos 74 anos, em decorrência de infarto fulminante. Recentemente, ele esteve internado no Instituto de Cardiologia, por 16 dias.
Conhecido por “Seu” Helder, ele foi secretário municipal da Fazenda no governo de Cláudio Martins (PSDB) na gestão de 2000 a 2004 e de 2005 a 2006, quando o mandato foi cassado. Voltou à vida pública em outubro de 2009, no governo de Ivo dos Santos Lautert (PDT). Na cerimônia de posse, afirmou que o trabalho seria voltado para a comunidade. Ele permaneceu até fevereiro de 2010, e saiu por questões de saúde.  
Natural de Pelotas, nasceu em 18 de setembro de 1943. Era bacharel em Contabilidade e pós-graduado em Custos e Orçamento pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufgrs). 
Ainda na juventude, atuou na prefeitura de Pelotas. Aos 23 anos foi morar em Porto Alegre. Trabalhou na empresa Máquinas Condor onde era colega do ex-prefeito, Cláudio Martins.
Era casado com a taquariense Nídia Martins Cardoso, 58 anos. Antes de se conhecerem, através de uma amiga em comum, passaram a trocar cartas por sete anos. Em 1987, se encontraram e casaram-se em 1990. O casal morou em Porto Alegre até 1997, quando passou a residir em Taquari. Teve os filhos Jonatha, 26 anos, e Jéfferson, 22 anos. 
Frequentou a Igreja Batista Filadélfia, do pastor Neri Makewitz, da qual era amigo.
Em 2012, passou a residir com a família em Novo Hamburgo, acompanhando os filhos que estavam empregados naquela cidade. 
O velório foi realizado em Novo Hamburgo e o sepultamento ocorreu no cemitério Jardim da Memória, na mesma cidade. “As pessoas têm me deixado comovida com tanto carinho, atenção e respeito que tinham por ele. Um legado muito lindo que o Helder deixou de vida, de ética e honestidade, uma pessoa corretíssima, poderia até se prejudicar, mas fazia as coisas muito bem feitas. Era uma pessoa que em todos os partidos gostavam dele. Era muito técnico e não político, uma pessoa capaz de ajudar e de colaborar”, destacou a esposa. 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por