Taquari, 21 de Outubro de 2017
NOTÍCIAS
29/09/2017
Mais perto da vaga

O Taquariense encaminhou a sua classificação para a terceira fase do Regional Certel/Sicredi da categoria Aspirantes. No último domingo, no Marques da Cunha, o alvi-azul fez um segundo tempo perfeito e goleou o Bom Fim, de Cruzeiro do Sul, por 4 a 0. Com a vitória, o Taquariense vai para o duelo de volta, neste domingo, em Imigrante, precisando do empate para seguir vivo na competição.
O duelo com o Bom Fim teve um início conturbado para o Taquariense. Aos nove minutos, o alvi-azul perdeu o volante Darlhing que, num lance sozinho, fraturou a canela. Com a lesão de Darlhing, o jogo ficou paralisado por mais de 15 minutos, até a chegada do Serviço Móvel de Urgência (Samu). Após o trauma da perda de Darlhing, o Taquariense não se achou em campo. Com jogadores abusando da individualidade e sem trabalho de bola no meio-campo, por pouco o alvi-azul não foi para o intervalo perdendo para o Bom Fim, que criou as melhores oportunidades.
Aos 33 minutos, Leandro cobrou falta da intermediária, um chutaço. Leo ainda tocou na bola, que explodiu no travessão, dando um susto no Taquariense. O alvi-azul teve o seu melhor momento aos 36, quando Almir atravessou a bola na área, a defesa não afastou e Ferefeto chutou firme, mas o goleiro Mauro salvou. Na sequência, Lauro pegou a sobra e, de frente para o gol, na entrada da área, chutou colocado, mas para fora.
O Bom Fim Respondeu aos 48. Saimon cruzou da direita, João Alfredo, livre entre os zagueiros, na marca do pênalti, pegou de primeira e acertou o travessão de Leo.
No segundo tempo o Taquariense voltou melhor. O técnico Felipe Reis, o Felipinho, colocou o meia Thales Espinoza e o atacante Hígor nas vagas de Rolim e Bruci. E com Thales no time, o alvi-azul passou a ter trabalho de bola no meio-campo. Pressionando desde o início, o alvi-azul abriu o placar cedo. Aos seis minutos, Dani cruzou da esquerda e Hígor, livre, desviou para as redes, 1 a 0 Taquariense. Aos 11, Thales sofreu pênalti de Lucas. Na cobrança, Thales chutou no canto e aumentou, 2 a 0.
Mesmo com dois gols de vantagem, o Taquariense continuou superior ao Bom Fim, que pouco fez para chegar ao empate. E pressionando bastante, o Taquariense ampliou o marcador ao natural. Aos 33, Queniano acertou um chutaço de fora da área, no ângulo, golaço, 3 a 0 Taquariense. E aos 45, Queniano, mais uma vez, recebeu no bico da área pela direita, girou a acertou a gaveta, golaço, 4 a 0 Taquariense. Com o resultado, o Taquariense joga pelo empate, neste domingo, em Imigrante, para seguir adiante. O Bom Fim precisa vencer no tempo normal por qualquer placar, já que não há saldo de gols para desempate, para levar a decisão para os pênaltis.
Para a volta, o alvi-azul não terá o volante Darlhing, que não joga mais este ano, Gadão e Rolim. A tendência é de que boa parte do time que terminou o jogo no domingo inicie a decisão deste final de semana. A provável escalação é Leandro; Baby, Almir, Andrei e Eninho; Lucas, Lauro e Dani; Ferefeto, Hígor (Queniano) e Bruci (Thales).

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por