Taquari, 21 de Outubro de 2017
NOTÍCIAS
29/09/2017
MISTURA FINA: ExpoTaquari 2017 deu prejuízo de R$ 82 mil, segundo empresa realizadora

A S3 Produções, organizadora da ExpoTaquari 2017, apresentou a prestação de contas do evento à Prefeitura, na sexta-feira, 22 de setembro. A festa, realizada entre os dias 28 de junho e 4 de julho, no Parque de Exposições Nardy de Farias Alvim, gerou prejuízo à produtora, segundo o informado pela Prefeitura.
A despesa, apresentada pela empresa à Prefeitura, foi de R$ 323.347,57. Já a receita ficou em R$ 241.210,00. O défict é de R$ 82.137,57. O prejuízo não é arcado pela Prefeitura, já que a festa foi realizada através de parceria público-privada.
O contrato entre a Prefeitura de Taquari e a empresa realizadora do evento, a S3 Produções, de Florianópolis, estabelece que cabe à Administração Municipal a cedência da área para o evento, além de realizar a limpeza posterior à festa. Já a empresa organizadora fica responsável pela estrutura de feira e shows, além de ter que repassar 20% do valor arrecadado na bilheteria ao Instituto de Saúde e Educação Vida (Isev).
De acordo com a Prefeitura, foram arrecadados R$ 57.310,00 na bilheteria do evento. O repasse ao hospital será de R$ 3,2 mil. “Chegou-se a este valor após o desconto da prestação de serviço de ambulância e profissionais, que o hospital não forneceu, conforme acordo previo com a S3, e do valor do ponto comercial utilizado pelo ISEV na ExpoTaquari”, explicou a Prefeitura. Com o valor, deverão ser adquiridos materiais para o hospital. A Administração Municipal informou que está realizando levantamento das necessidades da casa de saúde para realizar a compra dos materiais.
 
Prefeitura considera parceria público-privada satisfatória
 
Para a Administração Municipal, foi boa a parceria entre Prefeitura e produtora para a realização da ExpoTaquari 2017. “Por a realização da ExpoTaquari não apresentar gastos à Prefeitura, e ter um festival de shows regionais e nacionais a preços populares, a parceria foi satisfatória para a Administração”, disse o prefeito Maneco.
Segundo o prefeito, ainda não foi discutida a possibilidade de realização do evento nos mesmos moldes em 2018.
 
De olho no Legislativo
 
Desde o final do mês de agosto, as sessões da Câmara de Vereadores estão sendo transmitidas, ao vivo, pelo site da Casa. É possível assistí-las através do endereço camarataquari.com.br, acessando o portal TV Câmara. Conforme informações do Legislativo, o serviço custa mensalmente R$ 560 aos cofres públicos e substitui as transmissões que eram feitas pela Rádio Açoriana. As transmissões na rádio encerraram em junho deste ano. O contrato entre Legislativo e Açoriana custava, mensalmente, R$ 2.250,00 aos cofres públicos.
 
Prefeitura conclui auditoria do hospital
 
A Administração Municipal concluiu, na última terça-feira, uma auditoria sobre os serviços prestados pelo Hospital de Taquari. O intuito do levantamento é analisar se o Instituto de Saúde e Educação Vida (Isev), administrador da casa de saúde, está ofertando todos os serviços estipulados no contrato de comodato com a Prefeitura de Taquari, assinado em outubro de 2009.
A Administração informou que divulgará o resultado da auditoria. No entanto, aguarda o posicionamento do Isev, em relação ao levantamento, para posteriormente divulgar os números à imprensa. De acordo com a Prefeitura, ontem, o Instituto foi notificado a apresentar seu posicionamento.
 
Com luz
 
Na última segunda-feira, a Prefeitura colocou iluminação no canteiro do trevo de acesso ao município, na RSC-287. O local, há muito tempo, estava às escuras e recentemente foi cenário de uma possível tentativa de assalto. Uma professora acabou sendo baleada na perna durante a ação, mas conseguiu fugir. Neste final de semana, nas redes sociais, outros motoristas taquarienses relataram movimentações suspeitas na região.
A iluminação no trevo de acesso a Taquari pode até não coibir a incidência de assaltos no local, mas contribui para a sensação de segurança de quem trafega por ali.
 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por