Taquari, 21 de Outubro de 2017
NOTÍCIAS
22/09/2017
PubliCIDADE: Gato!

Calma, falo do animal de 4 patas mesmo.
“Você prefere gato ou cachorro?” Por que as pessoas sempre perguntam isso? Por que o gato deveria se opor ao cachorro? Eu gosto de gato e cachorro, tenho os dois.
Claro que os gatos e cachorros têm personalidades bem diferentes, mas, assim como meus amigos, cada um, no seu jeitinho é especial.
 Não vai querer um gato para brincar no sol de buscar pauzinho ou bolinha. Nem esperar que um gato te receba de língua de fora abanando o rabo. Gatos são reservados, tem uma personalidade forte e não se deixam dominar. Como benefício são mais quietinhos e higiênicos: tomam seu banho e enterram o próprio coco. Mas deixam pêlos espalhados pela casa toda.
Já o cachorro é sempre bem humorado. Ele te obedece e faz tudo pra te agradar. Te exige uma energia danada e uma grande paciência também. Digamos que o cachorro seja seu filho criança e o gato seu filho adolescente. 
Aqui na agência adotamos uma gatinha, depois de perder a Esmeralda (gata que nos escolheu e nos visitava diariamente, e que foi morta atropelada) procuramos uma nova gatinha para nos fazer companhia e ser a nossa “mascote”. Toda pretinha e magrela, a Magenta dorme nos nossos colos ou em cima dos equipamentos.
Gostaria de terminar este texto de outra maneira. Mas deixei ele aberto e fui em casa almoçar, onde encontrei a minha gatinha morta. Minha gatinha branca de casa, nossa companheira Lua. Não adoeceu, não pediu ajuda, nada! Simplesmente morreu sozinha. Não sei se chamo isto de coincidência, mas decidi fazer um texto sobre os gatos, justamente no dia que minha gatinha viria a falecer. Espero que não tenha sido envenenada!
Se é preta ou branca, se é de raça ou comum... Se é gato ou cachorro... Nada faz diferença. Nenhum é melhor ou pior. Cada bichinho, dentro das suas peculiaridades, só espera carinho e cuidado.
 
Daphne Becker

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por