Taquari, 21 de Outubro de 2017
NOTÍCIAS
22/09/2017
Estilo e conforto na moda plus size

A dificuldade para encontrar roupas da moda em tamanhos maiores do que os oferecidos pela maior parte das marcas foi um dos motivos que levou a taquariense Ana Carolina Souza Lima (fotos à direita), 30 anos, a lançar a Rainha da Cocada, em setembro de 2016. Com linhas do 42 ao 60, a marca tem mostrado que beleza e estilo são para todas, independente do corpo e idade.
Segundo Ana, na hora da criação das roupas, pensa em toda a dificuldade que teve em encontrar peças que a agradassem, principalmente no tempo da adolescência. “Mantenho o cuidado com o que gostamos de esconder e o que gostamos de valorizar. O mercado Plus já evoluiu muito, mas ainda sinto que está um pouco carente, pois acho que o Plus Size veste 50/60, e não aquela pessoa que tem 1,80m e veste 48, que é o que muitas lojas acabam mostrando”, destaca.
A Rainha da Cocada oferece os tamanhos M (42/44), G(46/48), GG (50/52), 3G (54/56) e 4G (58/60). Alem de buscar o conforto e estilo, a marca quer valorizar suas clientes. “Quando surgiu a ideia da marca, fiquei pensando que não queria um nome comum de loja Plus Size, e sim algo que tivesse a essência da marca, algo mais despojado. Acho que o nosso nome eleva a autoestima das clientes”, considera a proprietária.
As roupas são fabricadas em Porto Alegre. Ana Carolina cria as peças, que são desenvolvidas por uma equipe de costureira, modelista e design. A marca é comercializada nas lojas Me Belisca e Maria Catarina, em Taquari, e em outros seis pontos em Porto Alegre, além das redes sociais.
Antes da Rainha da Cocada, a taquariense Ana Carolina Souza Lima nunca havia trabalhado com moda, embora sempre tivesse entusiasmo com o tema. “Botei a cara a tapa e aprendi na marra, e ainda aprendo a cada dia”, diz. Ana atualmente mora em Porto Alegre. Ela é filha de Elisabeth Lisboa Saldanha Souza e de Pedro Souza Lima (in memoriam).
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por