Taquari, 16 de Agosto de 2017
NOTÍCIAS
11/08/2017
Major Fight Night reuniu 1.500 pessoas

Na noite do último sábado, cerca de 1.500 pessoas reuniram-se no Ginásio de Esportes José Machado para assistir aos combates do Major Fight Night (MFN). Foram 14 lutas entre amadores e profissionais, mais três apresentações infantis de alunos da MN Academia, de Taquari. O evento também contou com a presença dos ex-participantes do Big Brother Brasil, Marcelo Dourado, como juiz oficial; e Monique Amin, como ring girl.
Para a organização, o MFN Taquari superou as expectativas. “Quando tu chegas de fora, não se tem uma real noção de quanto a cidade pode se engajar. E foi além do esperado, não só pelo número de pessoas presentes no evento, mas pelas reações durante toda a semana. A gente foi muito bem recebido no dia a dia em que ficamos na cidade. Tivemos muitos apoiadores locais, do comércio, que nos ajudaram bastante no evento”, contou um dos organzadores, Felipe Mendes.
Esta foi a primeira vez que o grupo realizou um evento com este número de lutas. O MFN, conforme os organizadores, foi o maior evento de MMA realizado no Rio Grande do Sul neste ano. O município de Taquari foi o escolhido para o sediar em função de dois dos organizadores terem sido moradores do município durante muitos anos: os irmãos Cassius e Marcus Vinícius Silveira (Tatu).
O MFN deve voltar a Taquari em 2018. A organização planeja realizar a segunda edição do evento no município ainda no primeiro semestre do próximo ano. “A gente vai voltar a Taquari, mas primeiro temos que rodar algumas cidades que já estão na agenda. As datas ainda não estão definididas, mas já estamos encaminhados para realizar o evento em Canoas, Venâncio Aires, Lajeado e Pantano Grande”, disse Felipe.
 
Taquarienses tiveram bons resultados
 
Entre os 14 combates adultos, quatro envolviam taquarienses. O primeiro a subir no octógono foi André Dellapace, 28 anos, num combate de Submission (Jiu-jitsu sem quimono), contra Max Frutuoso, na categoria 85kg. A luta, bastante disputada, terminou em empate, porque não houve finalização. “A luta foi boa. Eu peguei um cara mais pesado, com experiência no MMA, que sabe bem utilizar as grades do octógono. Eu estou acostumado com o tatame, estranhei um pouco as grades, mas acho que fui bem, reagi bem. Foi bom, ainda mais lutar com o público todo do teu lado, incentivando”, considerou André.
O segundo taquariense a lutar foi Paulo Ricardo Matias da Costa, 26 anos, o Bicudo. Ele venceu, por decisão dos juízes, o adversário Evair José, numa luta de K1 (Kickboxing) até 58kg. “Achei o evento muito bom. Estou feliz por ter conquistado a vitória em nossa cidade, na presença de meus familiares e amigos, que me deram muita força. Agradeço a todos que torceram por mim naquele momento”, disse Bicudo.
Vinícius Santos Labres, 22 anos, foi o terceiro taquariense a lutar. Ele enfrentou Alan Rafel, numa luta de K1 até 68kg, e venceu por decisão dos juízes. “Foi minha primeira luta de kickboxing, contra um adversário mais experiente. Serviu de aprendizado para corrigir meus erros, sempre buscando a evolução. Nao consegui o nocaute, que era o desejado, mas venci por decisão unânime”, falou Vinícius.
O último taquariense a subir ao octógono foi Francisco dos Santos, 21 anos. Ele lutou contra Mateus Alemão, num combate de k1. Francisco acabou perdendo a luta. “Eu comecei bem, buscando a luta, indo pra cima, mas aí baixei a guarda e acabei deixando entrar um chute. Poderia ter sido melhor. Se eu tivesse me defendido melhor, poderia ter ganhado a luta”, disse o taquariense.
 
Combate principal
 
A luta principal da noite foi entre o paraense Bruno Crocop, 29 anos, e o caxiense Claudir Dutkevis. O combate de MMA foi bastante disputado. Crocop levou a vitória por decisão dividida dos juízes. Entre os três árbitros, dois deram a vitória para Crocop e um para Dutkevis.
 
Resultados da noite
 
MMA Profissional
Até 60kg - Vinicius “Prego” venceu Amauri  “Diabo Loiro” por nocaute técnico
Até 66kg - Nilton Gavião venceu “Zé” por decisão unânime
Até 69kg - Bruno “Crocop” venceu Claudir Dutkevis por decisão dividida dos juízes
Até 70kg - Fernando Colman venceu Willian Gralha por nocaute técnico
Até 77kg - Felipe Boa Ventura venceu Daniel “Mutante” por nocaute técnico
Até 84kg - Silas Robson venceu Marcos Paulista por nocaute técnico
 
K1
Até 58kg - Bicudo venceu Evair José por pontos
Até 68kg - Matheus “Alemão” venceu Francisco por nocaute técnico
Até 68kg - Vinicius Labres venceu Jonhy Cristov por pontos
Até 68kg- Junior Gomes venceu Alan Rafael por pontos
Até 70kg - Proença empatou com Alexandro
 
Submission
Até 66kg - Cristopfer empatou com Matheus Oliveira
Até 84kg - Luan venceu Roger por finalização
Até 85kg - André Dellapace empatou com Max Frutuoso
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por