Taquari, 18 de Dezembro de 2017
NOTÍCIAS
04/08/2017
Univates agora tem o título de Universidade

O Centro Universitário Univates, de Lajeado, recebeu, na quarta-feira, 26 de julho, o título de Universidade, concedido pelo Ministério da Educação. A Portaria n° 897 foi publicada no Diário Oficial da União e assinada pelo Ministro José Mendonça Bezerra Filho.
A titulação é resultado de uma mobilização de muitos anos. Para que uma instituição de Ensino Superior seja reconhecida como Universidade, segundo a assessoria de imprensa, é necessário, além de outras exigências, ter um número de doutores que a qualifique como instituição de pesquisa, pois são os doutores que têm formação específica para isso, e ter um número mínimo de cursos de pós-graduação stricto sensu (sentido específico de conhecimento - mestrado e doutorado).
A Univates surgiu em 1969 como extensão da Universidade de Caxias do Sul (UCS) ofertando os cursos de Letras, Ciências Econômicas e Ciências Contábeis. Em 1972 passou a ser Fundação Alto Taquari de Ensino Superior (Fates) e mantendo duas faculdades. No ano de 1997 houve a fusão delas em uma única instituição, a Unidade Integrada Vale do Taquari de Ensino Superior (Univates). A partir de 1999, a Univates passou a ser Centro Universitário, credenciada pelo MEC, com autonomia para oferta de uma diversidade de cursos, mantendo-se como uma instituição comunitária e sem fins lucrativos. Ser comunitária significa estar atenta às demandas regionais e contribuir para o desenvolvimento econômico, social e cultural do seu entorno, além de cumprir o papel de disseminação do conhecimento científico. Ao longo dos anos, a evolução da Univates acompanhou o crescimento da região e, nos últimos anos, consolidou-se como um dos melhores centros universitários do país, sendo a transformação em universidade um passo consequente do crescimento. “Nosso processo de transformação é orgânico e vem se consolidando ao longo dos últimos 25 anos. A transformação em universidade é a coroação de todo um processo que veio se construindo ao longo do tempo. Em nenhum momento houve atropelo de tempo. A Univates está amadurecida para essa nova etapa e estamos com uma base sólida e forte para enfrentar os novos desafios”, ressalta o reitor, Ney José Lazzari, através da assessoria de imprensa. 
 
Títulação com Universidade qualifica o ensino 
 
A Univates já possuía uma rotina que sustentava as principais atividades de uma universidade. Para a pró-reitora de Desenvolvimento Institucional, Júlia Elisabete Barden, a transformação da organização acadêmica em universidade potencializa as atividades já existentes. Um exemplo é a oferta de mais oportunidades para atuação e participação dos  estudantes de graduação como bolsistas em projetos de pesquisa e extensão, pois as áreas serão ampliadas, sobretudo as pesquisas ligadas aos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrados e doutorados). Com a transformação, o processo de qualificação do ensino será intensificado, uma vez que os investimentos em pesquisa e extensão possuem efeitos também sobre as atividades de ensino. Além disso, ser universidade permite à instituição pleitear mais recursos em editais externos para financiamento dos projetos de pesquisa e das atividades de extensão.
Ainda, ser universidade facilita a comunicação com instituições estrangeiras, uma vez que é uma organização universal, enquanto centro universitário é uma estrutura incomum no meio internacional. “Ser universidade também confere a coroação de maturidade que reforça a qualidade da Instituição em termos de pesquisa, de interação com a comunidade e de organização interna”. 
Com a titulação, a universidade deverá, junto do ensino superior de qualidade que continuará disponibilizando, oferecer tecnologia como ferramenta para viabilizar o potencial social e humano que a região tem. “Será pelo desenvolvimento tecnológico que a Universidade do Vale do Taquari abrirá novas alternativas para o desenvolvimento regional, possibilitando mais agregação de valor e maior competitividade, e garantindo a sustentabilidade da região pela abertura de novos segmentos econômicos, de alta densidade tecnológica e alto valor agregado”, explica Lazzari.
Hoje, a Univates recebe mais de 13 mil estudantes de 159 municípios gaúchos e de 92 cidades de outros estados da federação. No semestre 2017A, 308 pessoas de Taquari estavam matriculados na Univates em todos os níveis de ensino. 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por