Taquari, 28 de Junho de 2017
NOTÍCIAS
19/05/2017
FAZENDA VILANOVA: Promotoria investiga gasto com diárias da Câmara

A Promotoria de Justiça de Estrela está investigando os gastos com diárias por parte dos presidentes da Câmara de Vereadores nos anos de 2015 e 2016. O Inquérito Civil apura se Álvaro Brandão (PRB) e Leo Mota (PSD), respectivamente, tiveram gasto em excesso e se as diárias foram utilizadas conforme sua natureza e para finalidade pública.
Conforme o promotor de Justiça, Daniel Cozza Bruno, os vereadores poderão estar infringindo a Constituição Federal. 
Em 2015, Brandão era o presidente do Legislativo e, naquele ano, foram gastos R$ 66.010,00 com diárias dos vereadores e servidores. No ano seguinte, Leo Mota presidiu a Câmara e esta despesa foi de R$ 56.732,40. Nos dois anos, o Legislativo de Fazenda Vilanova esteve entre os que mais gastaram nos municípios do Vale do Taquari. 
 
O que dizem os vereadores 
 
Álvaro Brandão, que foi presidente do Legislativo em 2015, disse a O Fato Novo que justificou, na promotoria pública, todas as suas saídas custeadas com recursos públicos. “Fomos a Brasília e conseguimos recursos, acho que o vereador tem que ir atrás de recursos para o Município, tanto que na outra Legislatura o Município andou só em cima das emendas que os vereadores conseguiram com os deputados. Não me preocupo muito porque em todas as minnhas saídas eu levei lá todas as justificativas e trouxe recurso para o Muncípio, e se for preciso vou de novo, porque vereador que não sai e não traz recurso, o que se torna mais caro para o município, é o meu posicionamento”, justificou.
Leo Mota, presidente em 2016, justificou que tem documentos e gravações de todas as vezes que saiu do município custeado com recurso público. “Tenho certificado, tenho gravações das audiências de que participei, tanto no Estado quanto em Brasília, onde resolvi vários problemas do municípo que nem o prefeito tinha conhecimento para resolver, como a liberação do trevo de Teutônia, a travessia sob a elevada da BR 386, a situação dos prédios ilegais nas ruas laterais (que está em andamento), movimento para evitar o fechamento do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o fechamento da Brigada Militar, que fomos em várias reuniões na Secretaria Estadual e vice-governador, reabriu a Brigada Militar, e consegui a emenda para construção da sala de aula da Escola do Matutu, no valor de R$ 250 mil. O Ministério Público acatou uma denúncia de um cidadão de Fazenda Vilanova, que é sempre o mesmo, orientado por mais alguns que não gostam de mim”, disse. 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por