Taquari, 24 de Maio de 2017
NOTÍCIAS
12/05/2017
Residência é destruída em incêndio

A vida da família de Adão Marques de Azevedo, 74 anos, e Marlene Souza de Azevedo, 63 anos, mudou de forma trágica na madrugada do domingo passado (7). Um incêndio, que pode ter sido causado por um curto na rede elétrica, destruiu a residência do casal, situada na rua Manoel Elias, Bairro União. 
O sinistro teria começado pouco depois da meia-noite. Marlene relata ter sido acordada pelo filho, Paulo Roberto Souza de Azevedo, que morava na propriedade junto com a sua família, por volta da meia noite. “Ele gritava pra gente sair correndo pra não morrer queimado. Aí a gente saiu do quarto, começou a cair o forro com o fogo, aí escapamos”, conta.
Minutos depois, as chamas já haviam consumido toda a casa. “Não deu pra salvar nada Perdemos tudo”, lamenta Marlene ao ver a residência onde ela e o marido moravam há quase cinquenta anos destruída. 
A moradora relata que pediu a um dos vizinhos para chamar os bombeiros. “Pedi para ligarem, mas aí disseram que não podiam sair. Aí acabaram chamando os bombeiros de Montenegro. Não pode ser assim, precisamos de bombeiros aqui 24 horas por dia. Como é que eles vão poder salvar uma casa?”
Conforme o 1º Sargento do Corpo de Bombeiros de Taquari, Luiz Eduardo Silva Dutra, a equipe demorou em torno de 15 minutos para chegar até o local. Esta demora, segundo Dutra, se deve ao fato do quartel estar fechado desde o início do mês de maio por falta de efetivo (mais informações na página ao lado), sendo necessário acionar os bombeiros de Montenegro. A ocorrência terminou por volta das três horas da manhã.
 
Como ajudar a família
 
No mesmo dia em que a casa foi destruída, muitas pessoas, solidárias com a situação da família, começaram a fazer doações e ajudar. “O povo tem ajudado bastante. Estamos recebendo roupas, comida e material para a casa. A gente não esperava. Nunca vi nada igual”, conta Adão, emocionado. Ele também destacou a colaboração dos vizinhos, que ajudaram no início do incêndio. “Os vizinhos foram muito solidários, amanheceram com nós aqui.”
Mas, com a destruição da casa, a família vai precisar de apoio para conseguir se reerguer da tragédia. “Perdemos tudo que estava dentro da casa. Tudo mesmo. Roupas, remédios, comida. Aquilo que conquistamos com o nosso suor foi queimado em questão de minutos”, lamenta Marlene.
Conforme a Prefeitura de Taquari, a equipe da Assistência Social está recebendo as doações. A família necessita, principalmente, de mantimentos alimentícios, utensílios de cozinha, roupa de cama, toalhas, móveis, eletrodomésticos e materiais de construção. Quem deseja ajudar a família deve levar as doações até a Rua Manoel Luís Martins, n° 25, em frente à Oficina do Maroca, ou no prédio da Assistência Social, na Rua Daniel Martins Bizarro, n° 57, em frente à Lagoa Armênia.  
 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por