Taquari, 14 de Dezembro de 2017
NOTÍCIAS
12/05/2017
Onda de furtos continua em Taquari

Mais quatro furtos foram registrados na Delegacia de Polícia de Taquari. Conforme a polícia, três casas e dois estabelecimentos comerciais foram invadidos.
Na quinta-feira passada, dia 4, uma residência foi alvo de furto na Rua Cônego Tostes, Centro, por volta das 11 horas. O morador, um idoso de 84 anos, relatou para a polícia que foi furtado um relógio, que ele possuía há cerca de 40 anos, uma faca personalizada, onde constava o nome da vítima, e três pares de tênis.
Outros três casos de furto ocorreram na localidade de Rincão São José. No dia 4, um bar situado na estrada TK 35 foi arrombado. Conforme o boletim de ocorrência, o proprietário do estabelecimento foi notificado pelos vizinhos que a porta do bar havia sido arrombada. Mais tarde, ele constatou que haviam furtado uma grande quantidade de dinheiro.
Na madrugada de sexta-feira passada, dia 5, ladrões arrombaram um prédio onde fica uma padaria e uma residência. Do local, foram levados diversos produtos alimentícios e uma televisão de 32 polegadas.
Já no sábado passado, dia 6, uma residência, localizada na TK 35, foi arrombada. Conforme o boletim de ocorrência, foram furtados vários cobertores, toalhas, carnes que estavam em um freezer e uma caixa de joias. A janela de um dos quartos foi arrombada para entrarem na casa.
 
Delegada de Polícia faz apelo à comunidade
 
Em entrevista a O Fato Novo, a Delegada de Polícia, Betina Martins Caumo, informou que as investigações dos furtos registrados nas últimas semanas estão em andamento. Além disso, ela fez um apelo para a comunidade.
“As pessoas precisam informar a polícia sempre que perceberem fatos estranhos, pessoas estranhas ou veículos estranhos. Todo mundo tem um celular. Dá para documentar, tirar foto e comunicar à polícia. Com isso, a Brigada Militar pode realizar uma abordagem para, pelo menos, identificar os suspeitos”, afirma a Delegada. 
O alerta é feito uma semana após três apartamentos de um prédio residencial, localizado na rua Albertino Saraiva, Centro, terem sido alvo de arrombamento seguido de furto. “Dias depois dos furtos, ficamos sabendo que os moradores estavam se avisando entre os vizinhos de que havia uma movimentação estranha no local. Este tipo de informações precisa ser repassado para a polícia”, disse.
A Delegada também destacou o fato de que furtos em prédios residenciais não são comuns em Taquari. “Desde que eu estou atuando como Delegada, tivemos apenas um furto em apartamento há alguns anos. Aí, só neste ano, tive dois furtos no dia 12 de abril, em um prédio no Centro, e mais três na semana passada.”
Diante do número de casos, a Delegada afirma que os edifícios residenciais precisam reforçar a segurança. “Assim como as residências, os prédios residenciais também precisam reforçar a segurança. É preciso que os moradores fiquem atentos à rotatividade de pessoas estranhas, trocar as fechaduras de tempos em tempos e só abrir o interfone para quem efetivamente conheçam. Porque estes ladrões provavelmente monitoram os prédios e conseguem descobrir quais estão vazios”, destacou. 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por