Taquari, 24 de Maio de 2017
NOTÍCIAS
12/05/2017
PubliCIDADE: Só para mães!

Vem aí o Dia das Mães. E meu papo é direto com elas, pode ir parando se você não é mãe ou não veio de uma (kkk).
Costumo dizer que serei uma péssima sogra. Pois já me dói, agora, pensar que uma hora meu filho vai bater asinhas. Já me dói pensar que ele vai namorar e depois vai voar mundo afora. E isso que sou uma mãe bem desligada. Desde que nasceu, meu filho dorme semanalmente na casa dos avós. Se qualquer pessoa convidá-lo para um passeio, ele já está de malas prontas e vai! Mas acho que o casamento é mais um corte no cordão umbilical. E me conhecendo, já sei que por mais querida e especial que a minha futura nora seja, vou ter ciúmes! 
Sabe o que é isso? É ser mãe! É assim com você? Aquela vontade vergonhosa de amarrar o pé do filho ao seu. E é vergonhosa porque temos consciência de que não está certo. Que estamos criando filhos para o mundo, mas somos mães!
Quem trabalha no comércio sabe o quanto o Dia das Mães é importante no calendário das vendas. É muito difícil alguém ter a coragem de passar pela data sem dar ao menos uma lembrancinha para sua mãe. Mas mais do que vender, a data merece grandes homenagens. Sem minha mãe eu não estaria aqui escrevendo, e sem a sua você não estaria lendo.
Minha mãe, a essa hora, já leu a minha coluna, já achou o máximo e compartilhou. Certamente já amanheceu pensando em ideias para fomentar a minha empresa, facilitar a vida da minha irmã e um programa para o final de semana com a outra. Ainda hoje, mesmo com um trabalho bem corrido, ela ainda conversará com o irmão dela sobre os pais, agilizará a sua agenda para almoçar com o marido, e no fim do dia vai querer ver os netos e entregar frutas ou comidinhas que ela e o vovô compraram.
Ser mãe é assim. É um milagre do tempo, um milagre da disposição e da saúde que não tem explicação lógica. 
Sabemos que devemos lembrá-las e homenageá-las todos os dias. Mas o dia das mães existe para você ser obrigado a agradecer formalmente a sua mãe pelo presente que ela é para você. 
Eu já fiz a minha parte!
 
Daphne Becker
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por