Taquari, 24 de Maio de 2017
NOTÍCIAS
05/05/2017
MISTURA FINA: Pela permanência dos direitos trabalhistas

Mais de cem pessoas reuniram-se na Praça Matriz na manhã da sexta-feira passada (28), em um ato contra a reforma previdenciária e a trabalhista e contra as novas regras da terceirização. Participantes levantavam cartazes com frases de defesa dos direitos trabalhistas e críticas às reformas e ao presidente Michel Temer. O ato iniciou por volta das 9h30 e encerrou próximo do meio-dia, contando com a participação de trabalhadores de diversas classes, incluindo professores das redes municipal e estadual, além de funcionários públicos.
Virgínia Lopes Leães Pinho, 29 anos, foi acompanhada da mãe, Vera Pinho. “Acredito que seja importante o envolvimento da juventude na cena política do país”, disse Virgínia, afirmando que muitos jovens não se envolvem com a políticas por estarem desiludidos.
E, embora considere necessário realizar reformas, Virgínia acredita que elas não devem ser feitas da forma como estão sendo apresentadas pelo Governo. “Uma reforma é necessaria para que melhoremos as condições  dos trabalhadores, e não para piorar. E os mais prejudicados serão as pessoas mais simples”, afirmou. 
A quantidade de pessoas na Praça Matriz surpreendeu o Prefeito Maneco. “Tinha muita gente. As pessoas estão se dando conta do que está sendo votado e o quanto vai interferir na vida delas”, disse em entrevista ao Mistura Fina. 
Maneco também falou sobre o motivo de ter decretado ponto facultativo no dia do ato. “Vários funcionários do Município queriam fazer a paralisação. E nós entendemos que, pela gravidade da situação, também caberia fazer a nossa parte.
Protestos e paralisações foram organizados em todos os estados e no Distrito Federal na sexta-feira passada. Em várias capitais o transporte público não funcionou, e as ruas ficaram vazias. Conforme os sindicatos que organizaram os atos, cerca de 1,3 milhão de pessoas participaram da mobilização, que ocorreu em mais de 250 cidades. 
 
Projeto de lei para incentivo ao call center deve ir à Câmara na próxima semana
 
O Prefeito Maneco contou ao Mistura Fina que a Administração Municipal está finalizando o projeto de Lei que visa a pedir autorização do Legislativo para incentivo à empresa Zanc Assessoria de Cobrança, que pretende instalar um call center no antigo prédio do Idesc, em Taquari.
Segundo o Prefeito, ainda falta terminar o levantamento de custo da reforma do prédio, que ficará em torno de R$ 5 milhões. O projeto deve ser enviado à Câmara na próxima semana. “Vamos pedir a votação em regime de urgência”, informou Maneco. A ideia é que o projeto seja apreciado neste mês de maio, para que, se aprovado, a Administração possa dar início ao processo de licitação da obra. O pagamento da reforma será feito pela Prefeitura, em parcelas de cerca de R$ 200 mil à empresa vencedora da licitação.
A ideia é que o prédio fique pronto até o final deste ano e que a empresa comece as operações em 2018. Inicialmente, devem ser gerados 400 empregos e, depois de um ano, a média mensal de postos de trabalho na empresa deve ser elevada para 600. Se mantida a média, em 10 anos, o prédio do antigo Idesc será doado à Zanc.
 
Ex-prefeito Ivo Lautert é reeleito presidente do PDT
 
Em convenção na Câmara de Vereadores, na manhã do último domingo, o ex-prefeito Ivo Lautert foi reeleito presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT) em Taquari. O mandato é de dois anos e se encerra em 2019. Este será o terceiro mandato de Ivo, que comanda a diretoria do partido desde 2013. “Vamos manter o partido trabalhando na unidade municipal, com a coligação com o PT, trabalhando pela cidade de Taquari. Temos um projeto de governo que foi feito para oito anos e isto está se consolidando apesar das dificuldades universais”, destacou Ivo Lautert.
Além do ex-prefeito na presidência, a diretoria conta com os vereadores Ademir Fagundes, no cargo de 1º vice-presidente, e José Harry Saraiva Dias, como 2º vice-presidente. O secretário é Evanio Augusto Pereira; o tesoureiro, Cláudio Ehlers Bastos; e os vogais, Edson Reis e Luiz Selaimen. O líder de bancada do partido na Câmara é o vereador Vânius Nogueira.
 
NOTA DA REDAÇÃO
 
Como consta na matéria da sessão do Legislativo, na página 8 desta edição, O Fato Novo foi alvo de críticas dos vereadores pedetistas José Harry e Ademir Fagundes. As reclamações são referentes a duas matérias publicadas na edição passada: uma delas informava aos leitores o número de cursos realizados pelos vereadores e servidores da Câmara, quem os fez e quanto custaram; a outra detalhava a viagem a Brasília feita pelo presidente do Legislativo, Ademir Fagundes, divulgando os valores da passagem aérea e das diárias recebidas pelo vereador durante a estada no Distrito Federal.
Tais informações, apresentadas por O Fato Novo, são públicas e os leitores têm o direito de saber. O jornal não divulga gastos para fazer polêmica, como dito por um vereador, nem para denegrir a imagem dos legisladores. A divulgação atende o compromisso jornalístico com os leitores de informar os atos e gastos da administração pública, cujo  conhecimento pela sociedade é um direito assegurado por lei. É estranha a inconformidade com a divulgação de tais dados. Certamente tornar público gastos necessários não deveria incomodar nenhum político. O Fato Novo, em sua linha editorial, prioriza o compromisso com os leitores na divulgação dos fatos de relevância e interesse da população. Colaborar para a transparência do setor público é obrigação da imprensa, e não ofensa.
 
Vereador envolve-se em briga
 
Em Fazenda Vilanova, o vereador Dilceu Francisco da Silva envolveu-se em uma briga, no dia 23 de abril, por volta das 19horas. 
A situação gerou duas ocorrências policiais. Em uma delas consta que Dilceu teria agredido fisicamente um homem e uma mulher. Já Dilceu registrou que foi agredido fisicamente por quatro pessoas. A polícia está investigando o caso. 
A O Fato Novo, Dilceu explicou que parou para conversar, foi agredido e que a situação foi causada para prejudicá-lo como vereador. Porém, ele acredita que a comunidade o conhece e que não terá prejuízo. 
 
 
 

 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por