Taquari, 18 de Agosto de 2017
NOTÍCIAS
05/05/2017
É preciso mais envolvimento

Mesmo após a divulgação de que um grupo de esportistas taquarienses estaria disposto a organizar um Municipal de Futebol Sete, pouco movimento, ou quase nenhum, se notou em relação ao certame. Ninguém demonstrou interesse em participar da disputa, pelo menos até antes da reunião, que aconteceu ontem à noite, na Câmara de Vereadores. Infelizmente, o fechamento desta edição se deu antes do encontro, por isso, os desdobramentos desta reunião só teremos na próxima semana. Mas antes mesmo de termos estes desdobramentos, achei que o movimento em relação ao campeonato seria mais amplo e teríamos uma maior procura. Mas, infelizmente, não foi o caso. Acho que já estamos vivenciando aquilo que todos temiam com este período sem competições oficiais oferecidas pela Secretaria Municipal de Esportes. Sem campeonatos, as pessoas, entre atletas, dirigentes e investidores, que participam destas competições, vão se afastando e perdendo o interesse. E, assim, as competições e os clubes vão morrendo. Além disso, a comunidade que está inserida neste meio vai perdendo a cultura de ir aos jogos e ajudar. É o que já acontece em Taquari há anos e, pelo que parece, vai piorar com esta situação. É uma pena que esteja acontecendo isso, pois Taquari tem potencial de sobra para organizar campeonatos, senão com o aporte da Prefeitura, em parceria com a iniciativa privada. Mas para isso é necessário um maior envolvimento de todos, o que parece não estar acontecendo neste momento.
É preciso uma ação mais concreta da Secretaria de Esportes que, se não for procurada, também não procura ninguém. Se não há recursos financeiros, que se tenha criativdade ou, pelo menos, boa vontade de que as coisas aconteçam. Se não ir atrás, se mexer, nada vai cair no colo de ninguém. É hora de arregaçar as mangas e correr atrás das equipes que, por culpa de quem teria que organizar as competições, estão cada vez mais escassas.
 
Marcelo Araújo

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por