Taquari, 29 de Abril de 2017
NOTÍCIAS
07/04/2017
Mulheres registram casos de violência doméstica

Durante esta semana, dois casos de violência doméstica foram registrados na Delegacia de Polícia de Taquari. No sábado passado, dia 1º, a Brigada Militar foi acionada para atender um caso de violência doméstica no Bairro Coqueiros. Conforme o boletim de ocorrência, a vítima, uma mulher de 47 anos, chamou a polícia porque o seu ex-companheiro, de 46 anos, estava tentando agredi-la.
A vítima relatou para a polícia que o acusado afirmou que, caso ela colocasse outro companheiro para dentro da residência, ele colocaria fogo no local com a vítima dentro. Ele também falou que a vítima não iria ficar com mais ninguém e, em seguida, começou a empurrá-la.
Consta na ocorrência que a vítima conseguiu defender-se com um facão e afugentou o acusado. Além disso, ela relatou que o ex-companheiro costuma ligar com frequência para perturbá-la e fazer ameaças.
Diante dos fatos, a vítima pediu solicitou medidas protetivas de urgência, amparada pela Lei Maria da Penha. O caso foi registrado como vias de fato.
Outro caso foi registrado no dia de ontem, quinta-feira (6). Segundo o boletim de ocorrência, uma mulher de 25 anos relatou que o ex-companheiro, de 33 anos, começou a brigar com ela após ter passado o dia na casa da mãe.
Consta na ocorrência que, no meio da briga, o acusado começou a apertar o seu pescoço, causando lesões. A vítima relatou para a polícia que as duas filhas testemunharam a agressão e começaram a chorar.
Desde o ocorrido, a vítima e as filhas foram morar com a sua mãe. Ela teme por sua integridade física e pediu medidas protetivas. O caso foi registrado como lesão corporal.
 
Em três meses, 31 casos de Maria da Penha foram registrados
 
De acordo com o levantamento da Delegada de Polícia Civil de Taquari, 31 casos de Maria da Penha foram registrados no primeiro semestre de 2017. Foram 14 em janeiro, oito em fevereiro e nove em março.
Ainda com base nos dados, houve uma redução de 44% no número de casos em comparação ao primeiro trimestre do ano passado. Entre janeiro e março de 2016, foram registrados 56 casos.
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por