Taquari, 15 de Dezembro de 2017
NOTÍCIAS
24/03/2017
Solidariedade nas redes sociais

Motivados a ajudar estudantes carentes de Taquari, duas crianças de sete anos se mobilizaram, com a ajuda das mães, para arrecadar materiais escolares. Assim, em janeiro, Verônica Padilha de Sousa e Bruno Machry Lang fizeram um vídeo pedindo para que a população participasse doando materiais. 
“Precisamos da ajuda de vocês para doarem material para as crianças que precisam”, diz Bruno no vídeo, enquanto Verônica segura um cartaz com a frase “Educação, a base para o futuro”. 
O pedido das crianças mobilizou a comunidade. Em pouco mais de um mês, Verônica e Bruno receberam cerca de 70 kits escolares, que contavam com mais de cem cadernos, lápis, canetas, cola, tesoura e outros materiais de uso diário nas escolas. 
A quantidade de doações deixou as duas crianças, que estudam na segundo ano no Instituto Estadual de Educação Pereira Coruja, bastante surpresas. “Ficamos bem felizes. Foi legal porque existem crianças que não têm condições de comprar materiais escolares, aí a gente pode ajudar”, conta Bruno, animado.
A ideia da campanha surgiu no final do ano passado. Verônica conversou com a mãe, Nathália Oliveira Padilha, e disse que queria fazer algum tipo de ação solidária. Assim, Nathália mostrou para a filha uma campanha que havia visto na internet e sugeriu fazer algo semelhante.
Para ajudar a tornar a ideia realidade, convidaram o Bruno, que estuda com Verônica, e a sua mãe, Natasha de Castro Machry, para participarem. Juntos, os quatro começaram a planejar a campanha.
“Foi muito bom ver as crianças motivadas. E foi mais especial ainda porque eu e a Nathália somos amigos há um tempão”, revela Natasha. 
Após recolherem todo o material arrecadado, as crianças começaram a fazer a distribuição dos kits. “Fizemos as doações para pessoas que entravam em contato com nós ou pela rádio. Também entregamos as doações para estudantes das escolas de Júlio de Castilho e Nossa Senhora da Assunção”, conta.
Verônica e Bruno iam juntos nos locais para fazer a entrega dos kits. Para Nathasha, a experiência foi bastante positiva. “Eles puderam ver que a realidade é difícil e diferente. E depois das visitas, os dois ficaram até emocionados e comovidos com a situação de outras crianças. Isso sem dúvida vai desenvolver ainda mais esse espírito de solidariedade dos dois”, explica.
Com o sucesso, a ideia das crianças é continuar realizando este tipo de ação. E o sonho é alto. “Começamos em Taquari, aí depois Lajeado, Porto Alegre e depois o Rio Grande do Sul inteiro”, brinca Bruno. 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por